close
logorovivo2

BRASILIA: Propostas do agronegócio podem avançar com mais facilidade em 2019

Bancada ruralista mais ampla e escolha do DEM para comandar as pautas do Congresso Nacional são apostas para que projetos do setor ganhem celeridade

ASSESSORIA

5 de Fevereiro de 2019 às 15:37

BRASILIA: Propostas do agronegócio podem avançar com mais facilidade em 2019

FOTO: (Divulgação)

 

Logo após a posse dos novos parlamentares e a eleição para as presidências da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, especialistas em política têm dito que a bancada que mais ganhou força dentro do cenário interno do Parlamento brasileiro foi a Frente Parlamentar da Agropecuária. A afirmação ganha sentido se observados alguns pontos relevantes da composição dos representantes das duas Casas:

 

1) em primeiro plano, a bancada ruralista foi a que menos sofreu com a troca de nomes nas últimas eleições, o que cria um quadro de estabilidade e continuidade por, pelo menos, mais quatro anos;

 

2) em seguida, apontam as avaliações, a eleição de membros do Democratas (DEM) para presidir Câmara e Senado também favorecem a tramitação de propostas e emendas relativas ao setor, uma vez que o partido tem uma relação histórica com a bandeira do agronegócio, e;

 

3) o fato de que, desde o período da campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem afirmado que o Palácio do Planalto apoiará o desenvolvimento do setor e criará condições para seu desenvolvimento.

 

Em entrevista concedida esta semana a alguns canais de televisão, o deputado federal paranaense Sérgio Souza (PR) afirmou que já existe uma pauta básica para os próximos meses para ser trabalhada pela bancada: “um dos pontos em comum que há entre os parlamentares e o Governo Federal é a otimização dos modais de transporte, para reduzir nosso custo de escoamento, que chega a ser até 60% mais alto do que em outros países. Além disso temos a redução da burocracia e a redução do custo de produção”.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS