close

REFORÇO: Parcerias ampliam atuação do Balde Cheio e fortalecem cadeia produtiva em RO

A metodologia do Balde Cheio, desenvolvida pela Embrapa, é referência no desenvolvimento sustentável da pecuária leiteira

ASSESSORIA EMBRAPA

5 de Agosto de 2019 às 14:27

REFORÇO: Parcerias ampliam atuação do Balde Cheio e fortalecem cadeia produtiva em RO

FOTO: (Divulgação)

A pecuária de leite em Rondônia ganha reforço. Estão em formação, pela metodologia do Balde Cheio, 19 técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar-RO e sete da Emater-RO, que vão atuar diretamente na cadeia produtiva do leite em todo o estado, ampliando os bons resultados que o Balde Cheio alcança há 21 anos em todo o País e há 11 em Rondônia.

 

“A capacitação continuada destes técnicos é uma forma de expandir esta metodologia e seus resultados para mais propriedades do estado, atendendo a grande demanda que temos”, afirma o chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Rondônia, Frederico Botelho. A capacitação é fruto de parceria entre a Embrapa, Senar-RO e Emater-RO.

 

A metodologia do Balde Cheio, desenvolvida pela Embrapa, é referência no desenvolvimento sustentável da pecuária leiteira por meio de capacitações continuadas de técnicos, atendendo demandas de extensionistas de entidades públicas e privadas e de produtores de leite de todo o Brasil. Com novos técnicos em formação, o Balde Cheio em Rondônia salta de três para 29 técnicos e de 50 para mais de 100 propriedades assistidas inicialmente.

 

“A sala de aula destes técnicos é a propriedade rural leiteira. Eles vão passar de três a quatro anos em período de formação e podem chegar a atender 30 propriedades cada um”, explica o líder do projeto Balde Cheio, André Novo, que atua na Embrapa Pecuária Sudeste, em São Carlos – SP. 

 

Ele destaca que os diferenciais de Rondônia são o alto potencial para produção de leite e a união do setor. “O estado precisa de parcerias duradouras para gerar maior impacto no setor produtivo e na vida dos produtores”, aponta Novo. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, Rondônia é o maior produtor de leite da Região Norte e o 7º do País e a atividade é desenvolvida por cerca de 34 mil produtores familiares.

 

No entanto, a média de produção de leite no estado é 4 litros/vaca/dia. “Produtores que fazem parte do Balde Cheio em Rondônia produzem, em média, 12 litros/vaca/dia, são três vezes a média estadual. Com uma equipe maior de técnicos podemos ampliar esses bons resultados”, conta o técnico do Balde Cheio em Rondônia, Marcelo de Castro. 
 

Novos Técnicos

 

O curso de formação foi realizado de 29 de julho a 2 de agosto, com aulas teóricas e visita técnica, em Ji-Paraná e Ministro Andreazza, respectivamente. O foco foi a metodologia Balde Cheio, que busca uma produção intensiva, eficiente e sustentável de leite. “A parceria da Embrapa com Senar-RO e Emater-RO favorece a atuação sinérgica para o desenvolvimento da cadeia pecuária do leite no estado de Rondônia”, destaca o médico veterinário da Embrapa Rondônia, Rhuan Lima.

 

Para os técnicos, foi um momento de quebrar mitos sobre o Balde Cheio e aprofundar em conhecimentos que são fundamentais para os bons resultados obtidos pelos produtores que adotam a metodologia. “O curso me surpreendeu! Foi totalmente diferente do que eu ouvia falar do Balde Cheio, como um programa fixo e rígido que o produtor é obrigado a seguir. Mas eu vi que não é assim. O programa respeita o ritmo do produtor, seja financeiro, ou de aprendizado, e só é feito o que é combinado entre técnico e produtor”, comenta o técnico do Senar-RO, Carlos Santos. 

 

O extensionista da Emater-RO, Oseias Constâncio, também se surpreendeu positivamente, destacando o foco humanizado de aplicação da metodologia. “O curso é muito prático, nos mostra que precisamos buscar melhorar não só a produção de leite na propriedade, mas também a questão social do produtor enquanto cidadão e qualidade de vida de sua família. Isso é muito importante para quem trabalha com extensão rural”, ressalta Oseias.

 

3º Encontro Balde Cheio em Rondônia

 

Cerca de 190 técnicos, pesquisadores, produtores e suas famílias participaram do 3º Encontro do Balde Cheio em Rondônia, que foi realizado no dia 3 de agosto, em Cacoal. Além de palestras sobre o Balde Cheio e suas práticas, foi realizada uma visita técnica no sítio Yogo Milk. Um momento de muita interação e trocas de experiências.

 

“A metodologia do Balde Cheio não vale apenas para a produção de leite, ela nos ensina a pensar como um todo. Eu aplico também na cafeicultura, na minha empresa comercial, é um ensinamento para a vida”, conclui o produtor Juan Travain.
 

Artur Chinelato durante o 3º Encontro

 

O Balde Cheio

 

O Balde Cheio é uma metodologia da Embrapa de transferência de tecnologias para a capacitação de profissionais da assistência técnica e extensão rural. A metodologia utiliza uma propriedade leiteira de cunho familiar como "sala de aula prática" com a finalidade de capacitar os profissionais em práticas e processos agrícolas, zootécnicos, gerenciais e ambientais. A metodologia permite o intercâmbio de informações e conhecimento entre todos os envolvidos: pesquisadores, extensionistas e produtores.

 

O principal impacto esperado com o projeto é a geração de renda, viabilizando a recuperação da autoestima e da dignidade do produtor, permitindo a fixação da família no meio rural. Em relação aos técnicos extensionistas, um dos principais resultados que se espera são profissionais com alta capacidade técnica para promover o restabelecimento da importância da extensão rural como fator essencial para o desenvolvimento sustentável da atividade leiteira no país. 

 

Mais informações sobre no site: www.embrapa.br/balde-cheio. Contatos na Embrapa Rondônia: (69) 3219-5042/ 5051 /5050.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS