close
logorovivo2

NÃO RESISTIU: Venezuelano espancado por brasileiros em bar morre em Roraima

A vítima estava acompanhada do amigo venezuelano, Jatniel José Cedeño Marcano, 26, que também ficou ferido e continua internado

RONDONIAOVIVO

3 de Outubro de 2018 às 09:38

NÃO RESISTIU: Venezuelano espancado por brasileiros em bar morre em Roraima

FOTO: (Divulgação)

Raul Eduardo Benkon Maican, de 25 anos, imigrante venezuelano que foi espancado por brasileiros dentro de um bar, morreu, na madrugada dessa segunda-feira (1º), após passar nove dias no Hospital Geral de Roraima. A vítima estava acompanhada do amigo venezuelano, Jatniel José Cedeño Marcano, 26, que também ficou ferido e continua na unidade de saúde. O crime foi cometido no último dia 23, na Zona Oeste de Boa Vista.

 

"Ele trabalhava como ajudante de pedreiro em uma construção, junto com o amigo (Cedeño Marcano). Foram brasileiros que o agrediram. Bateram muito no meu filho sem motivo. Ele e Marcano, que não tem família aqui e está inconsciente, moravam juntos", relatou o pai de Raul, Alexander Benko, ao jornal O Globo. O jovem teve traumatismo craniano depois de se atingido com pedradas e pauladas. Os suspeitos fugiram.

 

O enterro deve ser realizado na Venezuela. Alexander disse que pretende levar o corpo do filho, que ainda está no Instituto Médico Legal (IML), para o país vizinho. "Não tenho família aqui (Boa Vista). Trabalho na Venezuela e vim para buscar meu filho. Só que tenho que esperar bastante para o governo estadual poder fazer o translado do corpo. Fui ao consulado onde me informaram sobre essa situação", lamentou Benko. A polícia investiga o caso, que foi denunciado pelo pai da vítima.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS