close
logorovivo2

SAÚDE: EUA investigam mais de 120 casos de doença paralisante similar à pólio

Causa ainda não foi determinada, mas centro de controle e prevenção ressalta que é importante estar com as vacinas em dias

NOTÍCIAS AO MINUTO

17 de Outubro de 2018 às 09:05

SAÚDE: EUA investigam mais de 120 casos de doença paralisante similar à pólio

FOTO: (Divulgação)

Uma condição rara conhecida como mielite flácida aguda (AFM, na sigla em inglês) teria sido registrada em mais de 120 casos documentados em 22 estados americanos neste ano, de acordo com informações de autoridades de saúde divulgadas nesta terça (16).

 

A causa ainda não foi determinada, mas o  CDC (centro para controle e prevenção de doenças, na sigla em inglês) ressalta que é importante estar com as vacinas em dias, sempre lavar as mãos e se proteger de picadas de mosquitos.

 

A doença afeta principalmente crianças e pode causar paralisia em braços e pernas. A maior parte dos casos foi documentada em agosto e setembro, mas o número de ocorrências tem crescido desde 2014, segundo o CDC.

 

Ao todo, foram documentados 127 casos que poderiam ser de mielite flácida aguda. Desse total, 62 foram confirmados em 22 estados, afirmou Nancy Messonnier, diretora do centro nacional de vacinação e doenças respiratórias do CDC.

 

Mais de 90% dos casos confirmados foram documentados em menores de 18 anos, e a média de idade dos afetados pela condição é de 4 anos.

 

Uma criança com a doença morreu em 2017, ano em que foram confirmados 33 casos de mielite flácida aguda. Em 2016, foram 149, comparados com 22 no ano anterior. Entre agosto e dezembro de 2014, 120 pessoas foram documentadas com a condição em 34 estados americanos.

 

"Nós entendemos que as pessoas, particularmente os pais, estejam preocupadas com a AFM", disse Messonnier. "Há muita coisa que não sabemos sobre a AFM, e eu estou frustrada com que, apesar de todos os nossos esforços, nós não conseguimos identificar a causa dessa doença misteriosa."

 

Não há tratamento, e os efeitos de longo prazo são desconhecidos. O problema afeta o sistema nervoso, especificamente a área da medula espinhal conhecida como substância cinzenta.

 

Como resultado, os músculos e reflexos se tornam mais fracos. Messonnier disse que os pais devem buscar ajuda médica imediatamente se a criança desenvolver subitamente fraqueza ou perda de tônus muscular nos braços e pernas.

 

Estimativas do CDC indicam que menos de um em milhão de pessoas nos EUA contrairiam mielite flácida aguda a cada ano. Entre as causas estão vírus, toxinas ambientais e distúrbios genéticos. 

 

O CDC indica que os sintomas foram muito parecidos com complicações provocadas por vírus como poliovírus, enterovírus não pólio, adenovírus e vírus do Nilo Ocidental.

 

O Centro afirmou ainda que o aumento nos casos em 2014 coincidiu com um surto nacional de doenças respiratórias graves provocadas pelo enterovírus D68.

 

Entre as pessoas confirmadas com mielite flácida aguda, o CDC não conseguiu detectar o enterovírus D68 em cada paciente.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS