close

BURACO: Bomba da 2ª Guerra explode e deixa cratera gigante em campo

A explosão não deixou feridos, mas causou um buraco de 10 metros de diâmetro e quatro de profundidade

DEUTSCHE WELLE

24 de Junho de 2019 às 17:30

BURACO: Bomba da 2ª Guerra explode e deixa cratera gigante em campo

FOTO: (Divulgação)

Uma bomba, provavelmente da 2ª Guerra Mundial, explodiu em uma plantação próxima à cidade de Limburg, no oeste da Alemanha, abrindo uma enorme cratera, informou a polícia nesta segunda-feira (24/06/2019).

 

A explosão não deixou feridos, mas causou um buraco de 10 metros de diâmetro e quatro de profundidade.

 

No momento da explosão, na madrugada de domingo (23/06/2019), os moradores da região relataram que ouviram um forte estrondo e sentiram a terra tremer. Não houve indicações de que a bomba tenha sido acidentalmente detonada por algum maquinário agrícola ou outro tipo de equipamento.

 

 

 

Um porta-voz da polícia disse que o local foi utilizado para treinamento militar durante a 2ª Guerra. O serviço de desarmamento de bombas avalia como altamente possível que se trate de um artefato daquele período.

 

Em Darmstadt, um porta-voz do governo local afirmou ao jornal Bild que a bomba de 250 quilos teria um temporizador químico que se deteriorou, provocando a detonação.

 

Quase 75 anos depois do fim da 2ª Guerra Mundial, ainda existe um grande número de explosivos não detonados na Alemanha, país que foi alvo de intensos bombardeios durante o conflito.

 

No início deste mês, uma bomba americana de 100 quilos foi descoberta durante uma construção próximo a um movimentado centro de compras de Berlim, forçando a evacuação de cerca de 3 mil pessoas do local, até que o artefato fosse finalmente desarmado.

 

Especialistas afirmam que 10% das milhões de bombas lançadas sobre a Alemanha durante a guerra não explodiram.

 

Em agosto de 2017, o aeroporto de Tegel, em Berlim, teve que ser fechado temporariamente para a remoção de uma bomba de 100 quilos. Em julho do mesmo ano, uma prisão em Regensburg foi evacuada até que um artefato encontrado em área próxima fosse removido. Em setembro, 60 mil pessoas foram evacuadas em Frankfurt por causa de outra bomba.

 

Também não é incomum que frequentadores das praias no norte do país encontrem fragmentos de antigas bombas de fósforo, que podem ser confundidas com pedras de âmbar, resina fóssil usada na fabricação de joias.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS