close

TRAGÉDIA: Namorada de professor morto: “Gostaria de ter mais um minuto com você”

Gracielle Tavares usou redes sociais para se despedir do companheiro. Enterro será neste sábado, às 15h, no cemitério de Taguatinga

METRÓPOLES

31 de Agosto de 2019 às 09:45

TRAGÉDIA: Namorada de professor morto: “Gostaria de ter mais um minuto com você”

FOTO: (Divulgação)

O professora de história Gracielle Tavares fez post no Facebook para despedida do namorado, o coordenador pedagógico Bruno Pires de Oliveira, 41 anos. O docente foi assassinado por um aluno. O crime chocou a comunidade de Águas Lindas (GO), cidade do Entorno do DF, nesta sexta-feira (30/08/2019). O educador será enterrado neste sábado (31/08/2019), às 15h, no cemitério de Taguatinga.

 

VEJA MAIS

 

 

Gracielle namorava a vítima há cerca de um ano e também lecionava na Escola Municipal Machado de Assis, local da tragédia. Anderson Silva, 18, é o principal suspeito. A polícia acredita que o rapaz teve um surto psicótico após saber que seria desligado de um programa de atividades esportivas. O estudante continua foragido.

 

“Por mais lágrimas que escorram no meu rosto, sei que meus olhos jamais irão secar. Você se foi, meu amor, e eu sei que não voltarei a encontrar seu corpo no meu. Vou sentir sua falta todos os dias e em qualquer instante, amor! Gostaria de ter mais um minuto com você para sentir seu abraço e poder beijar seu rosto nem que fosse pela última vez. Faria tudo, meu bem, para escutar sua voz novamente e sentir uma vez mais felicidade no meu coração”, escreveu Gracielle no Facebook.

 

Ainda na publicação, a companheira de Bruno faz uma promessa: “Por mais difícil que seja conviver com o dia a dia sem você, eu vou ser feliz por nós dois. E juro que nosso amor vai resistir à saudade, à distância; à morte. Descanse em paz, meu bem. Até um dia”.

 

Veja a publicação:

 

 

O crime ocorreu por volta do meio-dia de sexta. Segundo a Polícia Civil de Goiás, o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Águas Lindas apura o caso.

 

Após o crime, o prédio foi evacuado, e as aulas, suspensas. Apenas diretores e coordenadores de curso puderam ficar dentro do colégio. Kris Cleyton Araújo, coordenador-geral de educação do município, esteve no local assim que foi informado do assassinato.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS