close
logorovivo2

Corolla poderá ser o sedã mais vendido do Brasil

No resultado parcial de outubro, Toyota está à frente do Prisma.

DA REDAÇÃO

1 de Novembro de 2017 às 11:15

Corolla poderá ser o sedã mais vendido do Brasil

FOTO: (Divulgação)

O mês de outubro pode terminar com uma ótima notícia para o Corolla. O Toyota pode se tornar o sedã mais vendido do Brasil.

De 1º a 27 de outubro, ele aparece na frente do Prisma em vendas. O Chevrolet compacto é o único sedã que ainda está à frente do Toyota médio.

No período, o Corolla ocupou a quinta colocação em vendas, ante a sexta do Prisma. Porém, pode-se dizer que os modelos estão praticamente em empate técnico. Apenas uma unidade os separa no ranking.

O Toyota registrou, nesse período, 5.322 emplacamentos. Já o Prisma teve 5.321 unidades vendidas.

Nos dois dias de emplacamentos que restam, portanto, é possível que o Chevrolet vire o jogo. Porém, esse resultado mostra que o Corolla está forte na briga, com reais chances de ser o campeão de outubro.

AMEAÇA RECORRENTE

Se isso ocorrer, não será a primeira vez que o Corolla se posiciona à frente do Prisma no ranking. No ano passado, o sedã da Toyota conseguiu o posto de sedã mais vendido do Brasil diversas vezes.

No encerramento de 2016, o Corolla ficou apenas cerca de 1.500 unidades atrás do Chevrolet.

Neste ano, o Prisma está um pouco mais folgado no posto de sedã mais vendido do Brasil. Até agora, ele tem acumulados 56.356 emplacamentos no ano.

São quase 3 mil exemplares de vantagem em relação ao Corolla. O Toyota registrou 53.473 unidades vendidas.

OUTROS NOMES FORTES NO RANKING

Na lista dos sedãs mais vendidos do Brasil, o terceiro colocado é o Volkswagen Voyage. Ele, no entanto, está muito longe da briga com os dois primeiros.

No acumulado do ano, o Voyage acumula 33.380 emplacamentos. O quarto colocado é o HB20S e o quinto, o Etios Sedan.

O modelo da Hyundai registrou 25.486 unidades vendidas neste ano. Já o Toyota compacto teve 25.191 emplacamentos.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS