close
logorovivo2

Lenha na Fogueira

Rondônia é destaque no cinema

DA REDAÇÃO

16 de Dezembro de 2017 às 08:04

Lenha na Fogueira

FOTO: (Divulgação)

 

Muito bacana! Hoje os dirigentes dos grupos folclóricos filiados à Federon se encontram na sede da Cidade da Cultura, para a tradicional festa de confraternização de final de ano. Severino Castro, Fernando Rocha e toda a diretoria da Federon ha alguns dias, estão trabalhando para deixar o espaço de reunião e de eventos da entidade, nos tricks, para receber na noite deste sábado, seus filiados.

*******

Vai ter inclusive a brincadeira do amigo oculto. Daqui enviamos a todos os colegas folcloristas, Votos de Feliz Natal e Próspero Ano Novo. Lembrando que a festa é para os dirigentes dos grupos. Melhor explicando o presidente de cada entidade, mais um acompanhante.

*******

Final de ano não é fácil controlar a dieta. É muita festa de confraternização e cada uma com as mais variadas iguarias da época. Todos sabemos que cardápio de festa natalina, não pode faltar pernil assado, com o pernil vem a “banha” do porco e com ela, o risco da obesidade.

*******

Bacana mesmo está a Casa da Cultura Ivan Marrocos toda grafitada. Margot e equipe está de parabéns, pelo belo trabalho dos nossos grafiteiros. Agora tudo indica que a reforma será inaugurada e o SART aberto. Acontece que os artistas que se inscreveram para participar do Salão estão com as obras todas entregues e acho, até que analisadas. Falta apenas a solenidade de abertura do Salão para sabermos quais os vencedores do 13º SART.

********

Estamos chegando ao final de mais um ano e já podemos começar a pensar, no que foi feito ou realizado pela cultura de Rondônia e de Porto Velho. Tivemos alguns ganhos importantes. Os Editais de Fomento foram a grande sacada do ano. A Sejucel termina 2018 contando pontos a seu favor.

********

Sabemos que pela vontade da equipe comandada pelo Rodnei Paes, muita coisa seria realizada, acontece, que a burocracia atrapalha e muito as atividades culturais. Os órgãos fiscalizadores sempre estão com um pé atrás, quando se trata de apoio a entidades culturais.

********

É só comparar a pasta do Esporte e a da Cultura para se ver, que, quando o negócio diz respeito a cultura, as coisas ficam mais difíceis. Mesmo assim, a Sejuucel conseguiu realizar alguma coisa. A estrutura do Flor do Maracujá por exemplo, as feiras de artesanato que aconteceram em várias cidades do interior do estado e encerrou com a Feira de Porto Velho.

*******

Este ano, Fabiano Barros e equipe, conseguiu publicar os Editais de Fomento nos segmentos Música, Teatro e Literatura. E ainda vem por aí, a segunda edição do Edita Zezinho Maranhão de Música.

*******

E a Funcultural de Porto Velho? Dentro das limitações imposta pela falta de recursos, Ocampo Fernandes e equipe, conseguiu realizar alguma coisa. É claro que alguns vão cobrar. E o desfile das escolas de samba que ele não fez? E o Flor do Maracujá que também ficou sem o apoio municipal?

********

Tirado isso, podemos dizer, que alguma coisa aconteceu. Pequenos shows conseguiram apoio. A grande sacada foi o lançamento do Projeto Tacaca Musical que acontece todas as quartas-feiras no Mercado Cultural.

********

A turma das escolas de samba, tá botando a maior fé de que os desfiles aconteçam no próximo ano. Pelo menos todos já foram convocados a apresentar a documentação de suas entidades, para poder receber o subsídio que segundo nossas fontes, será de R$ 500 Mil que serão rateados entre as sete (7) escolas de samba, sendo quatro do Grupo Especial São João Batista, Diplomatas, Império do Samba e Asfaltão e três (3) do Grupo de Acesso Rádio farol, /Armário Grande e Acadêmicos da Zona Leste.

*******

Ainda tem o réveillon que será realizado pela prefeitura, através da Semdestur e vai contar com o show da Naiara Azevedo.

 

 

Frederico Lapenda recebe homenagem no palácio

 

O Governo do Estado de Rondônia homenageou na manhã desta sexta-feira (15), o renomado produtor de cinema Frederico Lapenda, em uma solenidade no salão nobre Rosilda Shockness do Palácio Rio Madeira.

Frederico Lapenda recebeu homenagem de reconhecimento ao seu trabalho como produtor cinematográfico, além de uma placa em reverência ao Projeto Amazônia, que em parceria com Stan Lee, leva mensagens de preservação ambiental e valorização da cultura amazônica através do cinema.

Lapenda vive nos EUA há 30 anos, quando saiu da capital pernambucana em busca de se tornar cineastra, mas a sua carreira está além disso, o produtor foi responsável por difundir o MMA principalmente no que diz respeito a gravação e licenciamento, introduziu o Pay Per View na televisão brasileira e se engendrou no mercado de games com uma versão do Fightt Game Rivals para a Microsoft Xbox.

 

Rondônia é destaque no cinema

 

Lapenda já atuou em Hollywood no aclamado Grupo Mandalay responsável por produzir filmes como Sete Anos no Tibet, estrelado por Brad Pitt e Donnie Brasco, com Johnny Deep e Al Pacino e Além das fronteiras com Angelina Jolie. O produtor também já realizou 10 documentários, dentre eles o Sequestro, que esteve concorrendo ao Oscar em 2010.

Atualmente o produtor investe no cinema nacional, ele assina um filme baseado na biografia do jogador Casagrande, outro filme que está em fase de pré produção tem o roteiro do escritor e poeta rondoniense Augusto Branco.

Existe a possibilidade da construção de um parque temático no Estado, que segundo o produtor é uma possibilidade economicamente interessante para a região “Quando fiz o livro Aliados da Amazônia o meu objetivo era criar um produto que valorizasse o nosso bem maior que é a floresta, estou disposto a me unir com os secretários para que possamos desenvolver este e outros projetos”. Sobre receber a homenagem de brasileiro aliado a Amazônia e o potencial do cinema produzido em Rondônia o cineasta explica: “É uma honra poder estar recebendo esta homenagem, este ano estamos lançando o livro aliados da Amazônia pela Stan Lee kids Universe, então vir para cá e poder conhecer as riquezas, energia e beleza do estado é muito inspirador, estou muito animado para conhecer amanhã os botos, pois um dos personagens do livro é um boto rosa, já o cinema é uma grande ferramenta para o estado, pois pode alavancar a economia local com a oportunidade de ser conhecido mundialmente.

O estado possui uma grande potencialidade, pois possui um passado muito rico, com história da linha de ferro e misticismo, o que falta agora são as pessoas da minha indústria conhecerem a riqueza que Rondônia tem a oferecer”, disse o produtor.

A homenagem contou com a presença do Vice Governador Daniel Pereira, que ao agradecer a presença do produtor, reforçou a importância do turismo e entretenimento do Estado e as vantagens de se investir na Amazônia. O superitentende de Turismo, Júlio Olivar, também esteve presente na solenidade apontando os principais destaques turísticos do estado, por fim presenteou o produtor cinematográfico com uma réplica de uma locomotiva da Estrada de Ferro Madeira Mamoré.

 

BENEFICENCIA

Festa do Madeira - Entidades beneficentes recebem doações 

 

Cerca de duas toneladas de alimentos arrecadados na IV Festa do Madeira foram entregues na tarde de quinta feira (14) para quatro entidades beneficentes de Porto Velho. A Casa Família Rosetta, que atende crianças com necessidades especiais e dependentes químicos, e o Lar Espírita do Idoso André Luiz receberam a maior parte dos alimentos. Também foram contemplados a Associação Jardim de Deus, do bairro São Francisco, e a Fraternidade Espírita Irmã Clara, do bairro Marcos Freire, ambas da Zona Leste da capital.

A IV Festa do Madeira foi patrocinada pela Santo Antônio Energia e Hidrelétrica Santo Antônio e apresentou como atração principal a banda Calcinha Preta, tendo a participação dos artistas locais Gabriel Parada e a banda de forró Piolho de Cobra. O evento reuniu mais de nove mil pessoas na casa de shows Talismã 21. Também contou com a parceria da Granero Transportes que fez a coleta, separação e entrega dos donativos. 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS