close
logorovivo2

O que há de tão especial na Asfaltão, tricampeão do Carnaval de PVH?

A escola possui uma comunidade unida, eventos para angariar fundos durante todo o ano e projetos sociais como a Oficina de Percussão gratuita

BLOG DA LUCIANA OLIVEIRA

26 de Fevereiro de 2018 às 15:39

https://www.facebook.com/luciana.oliveira.75457/videos/1729233847152511/

A escola de samba surgiu há 47 anos quando um grupo de trabalhadores de uma antiga usina de asfalto resolveu desfilar nas ruas com os instrumentos de trabalho. Daí o nome e a força de sua resistência, como um asfalto com mais durabilidade e qualidade por elementos caros que foram adicionados.

 

Só a Asfaltão possui uma comunidade unida, eventos para angariar fundos durante todo o ano e projetos sociais como a Oficina de Percussão gratuita.

 

Um projeto para o futuro garante tanta vitória no presente.A sua comunidade cresce com adesões de todo canto da cidade e isso garante com folga mão-de-obra voluntária para o desfile que vem ocorrendo sempre fora de época.

 

Enquanto outras escolas precisam pagar para atrair brincantes, a Asfaltão dispensa interessados na sua bateria Pura Raça, sempre nota 10. Este ano 83 ritmistas, mais que o dobro de muitas escolas, levaram o público ao delírio até bem longe da dispersão.

 

O terceiro título mostrou também outra característica que faz tão especial a Asfaltão: o samba na ponta da língua e o entusiasmo na ponta dos pés.Foi a única escola em que os brincantes cantaram o samba até o cronômetro mostrar o fim de mais um desfile. Venceu com mais de 1 ponto de diferença da segunda colocada, a Império do Samba, que também investiu em qualidade para desbancar escolas com muito mais chão e títulos.

 

O segredo é justamente esse, integrar a comunidade ao projeto. E pra isso é preciso compromisso com a transmissão de saberes, como faz a Asfaltão. O presidente da escola é jovem, tem 28 anos. Danilo Cardoso está no segundo mandato e como mestre de bateria repassa o que aprendeu.

 

Organização, solidariedade, entusiasmo e responsabilidade, são regras básicas a quem desfila na Asfaltão. Quem concorda ou não com o resultado da apuração do desfile das escolas de samba da capital, não pode negar as vantagens da tricampeã, aqui realçadas.

 

 

Às demais resta aproveitar o bom exemplo, porque superando a Asfaltão a cidade terá um desfile cada vez mais atraente, um dos melhores da região Norte como já foi classificado. Isso é saudável, sobretudo à Asfaltão que pra se manter em destaque depende da acirrada disputa.

 

Império

 

A Império do Samba compreendeu isso, o que é um ótimo sinal.As críticas são necessárias, porque o público merece um desfile com cada vez mais qualidade. O que cada escola leva pra avenida depende de dinheiro e muitas horas de trabalho voluntário.

 

Não há troféu para o poder da criação nos barracões. É o compromisso com a cultura popular que mantém essa tradição de mais de meio século.Todas as escolas são campeãs em todo carnaval, pela bravura do resistir para perpetuar.

 

Vem do samba, o triste lamento:

 

“E fazem de tudo pra silenciar
A batucada dos nossos tantãs.”

 

Mas, do samba também a redenção:

 

“Força nenhuma no mundo interfere sobre o poder da criação.”

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS