close
logorovivo2

Lenha na Fogueira, por Zékatraca

''É como dizem no popular: “Mais vale amigo na praça, que dinheiro no bolso”, disse o colunista.

ZÉKATRACA

3 de Abril de 2018 às 08:10

Lenha na Fogueira, por Zékatraca

FOTO: (Zékatraca)

Como é bom ter amigos, como eu tenho. Esse verso de um samba do poeta Ernesto Melo, tem tudo a ver com a gente.

********

Graças em primeiríssimo lugar a Deus, aos meus familiares, em especial minha querida esposa Ana Célia e pessoas como dona Ana Gurgacz, seu Assis Gurgacz, seu Acir Gurgacz, além do Marcelinho Freire, Cavalcante e Bedin e a equipe da Eucatur (Cascavel), estamos de volta ao batente.

*********

É como dizem no popular: “Mais vale amigo na praça, que dinheiro no bolso”.

********

Muito antes dessa equipe aí de cima, foi preciso contar com os préstimos e as influências de amigos como Emilzinho Gorayeb, Dr. Vitor Sadeck, Evandro Reis, Sicília Andrade – Siça da BVQQ. Cardiologista Dr. João Bosco Morebh e sua equipe do Hospital de Base.

********

Além disso, a força positiva através de orações e outras manifestações, oriundas de amigos de todos os segmentos culturais/sociais, sem esquecer dos meus irmãos, filhos, netos,cunhados, sogra. Sobrinhos e sobrinhas enfim, de muita gente que dedicou alguns momentos a orar ou rezar pela minha recuperação.

********

No início janeiro quando estava iniciando gozo de férias, passei mal no Rio de Janeiro e fui muito bem atendido na UPA/Botafogo, fato que voltou a se repetir três dias depois durante ensaio técnico da Portela na Intendente de Magalhães, a sorte foi que o evento estava acontecendo bem em frente a UPA/Madureira dessa vez fui atendido por uma junta médica que me aconselhou a procurar um cardiologista o mais urgente possível, pois o caso era grave. No outro dia, uma segunda feira, desembarquei de volta a Porto Velho.

********

 

Nesse mesmo dia, dona Ana Gugacz se encontrava em Porto Velho e colocou a nossa disposição, o Hospital São Lucas (pertencente ao Grupo Gurgacz) em Cascavel. Nesse ínterim Emilzinho conseguiu uma consulta com o Dr. Bosco Morebh que ao analisar meus exames resolveu fazer de urgência um cateterismo (era o dia 6 de fevereiro), nessa intervenção foi descoberta que eu deveria me submeter a Três Pontes de Safena e então resolvemos aceitar a sugestão de dona Ana e fomos para Cascavel (PR), onde fomos atendidos pela equipe do Dr. Luciano que conta com o Dr. Gustavo

********

 

Na madrugada do dia 6 de março fui submetido a cirurgia para implante de três Ponte de Safena, no Hospital São Lucas (Hospital Universitário). A rapidez (chegamos a Cascavel no dia 5 de março), foi, segundo palavras do Dr. Luciano, graças ao trabalho realizado pela equipe do Hospital de Base de Porto Velho. (Não fui submetido a nenhum exame pré operatório em Cascavel, a equipe apenas elogiou o trabalho dos médicos e técnicos especialistas do nosso HB).

*********

 

Hoje dia 3 de abril, antes de completar um mês dos procedimentos realizados em Cascavel, estou de volta ao trabalho. Agora sob os cuidados do Cardiologista Dr. Luiz Gomes que após analisar os exames que realizei aqui em Porto Velho, disse que está tudo bem e que eu poderia voltar ao batente. “Apenas não abusa, nada de muito esforço”. Obrigado de coração a todos que torceram pela minha recuperação. Ainda não está Cem Por Cento (isso ainda demora alguns meses), mas, garanto que o que está funcionando dar pro gasto.

********

 

Normal mesmo, só a partir de amanhã quando vamos publicar sobre os bastidores da Inauguração da reforma da Casa da Cultura Ivan Marrocos e abertura do 13º SART.

********

 

Também vamos falar sobre os bastidores da audiência pública que aconteceu na tarde de ontem 02, na Câmara dos Vereadores de Porto Velho, sobre a realização do ARRAIALESTE no CEO do JK. Nas redes sociais, o '‘pau’' tá quebrando.

********

 

Desculpa pela demora!

 

ArraiaLeste em discussão na Câmara Municipal


 

A plenária da Câmara de Vereadores de Porto Velho, recebeu na tarde/noite de ontem dia 2 de abril, dezenas de manifestantes de vários segmentos taxistas, professores e principalmente integrantes de grupos folclóricos da Zona Leste e os dirigentes do ArraiaLeste.

 

De acordo com o coordenador do ArraiaLeste Maycom da MK o evento faz parte do Calendário Cultural do Município de Porto Velho e consta da Lei 2061/2013 sancionada pelo prefeito. “Acontece que desde o ano passado a Semes está implicando com a montagem do Arraial no Campo de Futebol, local aonde o evento acontece desde sua criação”,disse Maykon MK.

 

Enquanto isso o adjunto da Secretaria de Esportes – SEMES Evandro Reis esclareceu a nossa reportagem, que o prefeito Hildon Chaves publicou um Decreto impedindo, que espaços como campo de futebol, quadras esportivas, mantidos pelo município, sejam utilizados para realização de eventos que não seja atividade esportiva. A secretária Ivonete Gomes informou que o Decreto publicado pelo prefeito, não diz respeito apenas ao ArraiaLeste, Ele abrange todos os espaços esportivos mantidos pela prefeitura. Aquele campo do JK inclusive é dotado de drenagem o que com certeza pode danificado com a montagem do arraial, causando grande prejuízo à comunidade e a prefeitura”, disse a secretária prosseguindo: “Creio que mesmo os vereadores aprovando o Projeto 3.698/2018 que diz que o ArraiaLeste pode ser realizado no Campo do JK não vamos poder liberar a montagem do Arraial, pois, um Decreto do executivo só pode ser alterado pelo executivo”. Disse Ivonete Gomes.

 

Enquanto isso na Câmara de Vereadores os folcloristas esperavam o resultado da votação do Projeto de Lei que autoriza a montagem do AraiaLeste no campo do JK.

 

O espaço (campo de futebol) faz parte do Centro de Artes e Esportes Unificados – CEUS do JK.
 

CEUs
 

Pelo menos 300 pessoas estão sendo atendidas pelo Programa de Formação e Qualificação para o Mercado de Trabalho promovido pela Prefeitura de Porto Velho no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEUs), localizado entre as ruas Antônio Fraga Moreira e Benedito Inocêncio, no Bairro JK. São oferecidos cursos de Administração de Empresas e Secretariado, com duração de 30 dias. São disponibilizadas ainda serviços socioassistenciais e inclusão digital.

 

No próximo dia 26, o CEUs completa um ano de instalação, quando será realizado programação especial pela Subsecretaria Municipal de Turismo (Semdestur), órgão responsável pelo espaço. O CEUs é um lugar amplo e moderno, que integra ações de lazer, cultura, esporte e assistência social.

 

Serviços

 

São cinco mil metros quadrados, com atendimento social, cursos, aulas de zumba, biblioteca, quadra coberta, pista de skate, ballet, capoeira, jiu-jtsu playground, mesas de jogos, pista de caminhada equipamentos do Programa Saúde na Praça. Em breve, será instalado o Centro de Referência em Assistência Social (Cras).

 

Atendimentos

 

Por mês, são expedidas aproximadamente 600 carteiras de identidade e mais de dois mil atendimentos do SINE municipal. Nas atividades esportivas estão inscritas 1.050 alunos, sem incluir a aula de zumba, que conta com 370 mulheres matriculadas.

 

“O nosso objetivo ao criar esse espaço foi o de integrar, em um mesmo local, programas e ações culturais para atender a população, em especial os jovens. E o resultado desse trabalho constamos diariamente pelo número de pessoas atendidas”, declarou o prefeito Hildon Chaves. Para o subsecretário de Turismo, Júlio César,o CEUs já está consolidado. “É um centro de lazer, cultura e cidadania para a comunidade”, observou o subsecretário.

 

Fonte: da Redação do Diário e do Comdecom.

Lenha na Fogueira, por Zékatraca
Lenha na Fogueira, por Zékatraca
Lenha na Fogueira, por Zékatraca

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS