close
logorovivo2

Lenha na Fogueira, por Zékatraca

Transição governamental e Dia do jornalista com café da manhã na Fiero.

ZÉKATRACA

5 de Abril de 2018 às 09:47

Lenha na Fogueira, por Zékatraca

FOTO: (Zékatraca)

Estamos vivendo em tempo de transição. Transição governamental, pois, nesta sexta feira dia 6 de abril, o Dr. Confúcio Moura deixa a titularidade maior do estado de Rondônia

*********

 

Na realidade, essa novela terminou na manhã de ontem dia 4, quando Confúcio Moura fez pronunciamento através do facebook, confirmando que deixará o governo do estado, para se candidatar a uma vaga ao Senado Federal.

********

 

Até então, os articulistas políticos apostavam que ele só anunciaria sua posição sobre se renunciaria ou não, no último minuto do segundo tempo.

********

 

Ontem, com a tranquilidade que lhe é peculiar, fez uma transmissão ao vivo no face, agradecendo a todos pelos dois mandatos e que estava deixando o governo. Daniel assume pra valer nesta sexta feira as 15 horas.

********

 

Podemos dizer sem medo de errar, que Confúcio Ayres Moura foi, depois do Teixeirão, o melhor governador do estado de Rondônia e não é porque ele sempre manteve o salário dos funcionários em dia não, é porque realmente ele fez muito pelo progresso do nosso estado. Apesar d'ele nesses quase 8 anos de governo, não ter dado o apoio necessário a cultura, temos que concordar que nas demais áreas, muita coisa foi feita, inclusive na Saúde,

********

 

Com Daniel Pereira assumindo o governo, muita gente está com a pulga atrás da orelha, na expectativa se fica ou não no cargo. Com certeza, alguma coisa vai mudar, ou seja, alguns serão substituídos e daí, a turma que até hoje está como secretário adjunto, diretor, gerente e outros cargos está tremendo na base.

********

 

Pelos labirintos do CPA, o que se ouvia no dia de ontem, era que Confúcio Moura solicitou que Daniel não mexesse na equipe econômica que tem a frente os Drs. George Braga e Wagner Garcia assim como desse posse ao Dr. Maiorquim na secretaria de Saúde já que Wiliamans Pimentel será candidato. “Você fica com a Educação”, teria dito Confúcio a Daniel.

*********

 

Se isso for verdade e Daniel mexer na Seduc a Sejucel vai junto, já que é uma superintendência subordinada à Secretaria de Educação. Tomara que o Rodnei Paes continue! Só sei que a turma daquela escola de samba, tá torcendo que haja mudança.

********

 

Uma coisa é certa, ao contrário de Confúcio, Daniel é muito ligado aos segmentos culturais, sendo assim, deve ter cartas na manga que serão utilizadas no setor.

********

 

Direito de resposta: Solicitado pelo presidente da Funcer.

********

 

Bom dia. Desculpe, não sei qual o problema que o senhor tem comigo.
Sou rondoniano como o senhor, mas tive a oportunidade de fazer Doutorado em Políticas Culturais na Sorbonne, o que não se aplica a maior parte da população do meu estado.

********

 

Dizer que meu nome macúla uma Placa é, no mínimo, perfídia.


Talvez, o senhor não me respeite, porque eu coloquei ordem na FUNPAR devolvendo amigos que, pelo o que dizem, são seus , UMA VEZ QUE HÁ CLARIDADE DA CORRUPÇÃO QUE ESSES REALIZAVAM NO TEATRO.

********

 

Entretanto, eu fui colocado no meu antigo posto de Presidente da FUNPAR, para, criar uma Fundação com o escopo maior.

*********

 

Há um ano exatamente, trabalho com todos os gestores de equipamentos culturais para formar uma verdadeira fundação.

********

 

Fiz muito pela Casa da Cultura Ivan Marrocos. O processo é um exemplo.

********

 

Sexta, inauguramos a Biblioteca, onde até dormir lá para proteger a obra eu tive.

********


Espero que o senhor se informe melhor sobre o que ocorre na cultura política do nosso Estado. Cadernos Culturais não são cadernos Policiais. Se a minha mãe ainda fosse viva, pediria que ensinasse ao senhor a diferença entre as duas estruturas jornalísticas.

*********

 

Cabra macho esse Rodrigo!

 

Dia do jornalista com café da manhã na Fiero
 

O Dia do Jornalista é dia 7 de abril, mas a Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero) antecipa a comemoração. Pelo segundo ano, a instituição vai realizar evento de confraternização em homenagem aos profissionais da imprensa. O café da manhã acontece nesta quinta-feira, 5, no salão de convenções da Casa da Indústria, a partir das 8 horas.

 

Segundo o presidente da Fiero, Marcelo Thomé, não é possível coexistir regime democrático sem liberdade de imprensa e de expressão. “São esses valores, exercidos com ética, transparência e imparcialidade, que possibilitam à sociedade brasileira tomar conhecimento de tudo que se passa no Brasil e no Mundo, por mais que se tente escamotear a verdade”, exultou.

 

O coordenador de Comunicação Social da Fiero, jornalista Carlos Araújo, destaca a homenagem aos colegas como uma forma de estreitar o relacionamento com aqueles que exercem a profissão e merecem esse reconhecimento, estimulo e valorização.

 

Araújo ressalta o sucesso da primeira edição do Prêmio Fiero Paulo Queiroz de Jornalismo, instituído pela Fiero e realizado em setembro do ano passado. "Nosso objetivo é ressaltar o trabalho ininterrupto do jornalista em contribuir com seu papel social, enfrentando desafios e adversidades todos os dias”, disse.

 

Origem do Dia do Jornalista

 

O Dia do Jornalista foi criado pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI) como uma homenagem a Giovanni Battista Libero Badaró, importante personalidade na luta pelo fim da monarquia portuguesa e Independência do Brasil.

 

Giovanni Badaró foi médico e jornalista, e foi assassinado no dia 22 de novembro de 1830, em São Paulo, por alguns dos seus inimigos políticos. O movimento popular que se gerou por causa do seu assassinato levou D. Pedro I a abdicar do trono em 1831, no dia 7 de abril, deixando o lugar para seu D. Pedro II, seu filho, com apenas 14 anos de idade.

 

Foi só em 1931, cem anos depois do acontecimento, que surgiu a homenagem e o dia 7 de abril passou a ser Dia do Jornalista. Foi também nesta data que a Associação Brasileira de Imprensa foi fundada, em 1908, com o objetivo de assegurar aos jornalistas todos os seus direitos.

 

Assessoria de Comunicação Social do Sistema Fiero

 

Carlos Araújo MTe – 162-RO

 

Funcultural encerra chamamento cachê será referente a 1 hora de show
 

Ao todo 27 atrações se inscreveram junto ao chamamento público da Prefeitura de Porto Velho, realizado pela Fundação Cultural do Município, para credenciamento de artistas que desejam participar dos eventos culturais públicos promovidos ao longo do ano, conforme calendário oficial.

 

O processo era aberto a pessoas físicas ou jurídicas que atuam com os gêneros voz e violão, axé, forró, rock, samba, e grupos teatrais, grupos de danças diversificados, grupos de capoeira, artes plásticas e artes individuais. Os cachês são baseados na tabela estipulada pela Ordem dos Músicos do Brasil (OMB) e são referentes as apresentações de até uma hora, tudo documentado por meio de contrato de prestação de serviço.

 

As inscrições encerraram no último dia 02, com dez cantores de ritmos diversos, quatro bandas, seis DJ's,, quatro danças e três artistas plásticos. "Esse foi o primeiro edital lançado pela Funcultural para atender o nosso calendário. Nós parabenizamos a quem compareceu ao chamado, nem todo mundo está habituado a participar de editais, pois o poder público sempre foi falho nisso, mas nós estamos com essa prática. Nós acreditamos que aos poucos os artistas se enquadrem no que acontece em todo o Brasil, isso democratiza a participação e dá transparência a administração pública", avaliou o presidente, Ocampo Fernandes.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS