close
logorovivo2

CULTURA: Lenha na Fogueira, por Zékatraca

Circuito Junino começa sexta com Arraial Flor de Cacto

ZÉKATRACA

23 de Maio de 2018 às 09:21

CULTURA: Lenha na Fogueira, por Zékatraca

FOTO: (Zékatraca)

Hoje começa a 7ª Rondônia Rural Show, a nossa Feira de Negócios que a cada edição se firma mais como uma das melhores do Brasil.

********

 

Agora com o status de Feira Internacional a Rondônia Rural Show segundo seus organizadores deve movimentar mais de 700 Milhões de Reais e deve receber mais de 80 mil visitantes, superando 2017.

********

 

Para a edição 2018, o objetivo principal é aproximar o produtor das novas tecnologias com oportunidade de negócios e disponibilidade de crédito facilitado. Mostrar que é possível melhorar a renda com a adoção de novas tecnologias.

********

 

Os destaques para 7ª Rondônia Rural Show serão a presença de estandes das indústrias de equipamentos e implementos; o caminho da carne, peixe, leite e do café, onde os interessados poderão conferir, de perto, todas as fases de produção, desde o preparo do solo até a comercialização dos produtos. Além disso, terão a disposição o que há de mais moderno em tecnologia rural por meio das exposições e dinâmica com máquinas e implementos.

********

 

A 7ª edição da Rondônia Rural Show acontecerá de 23 a 26 de maio no Centro Tecnológico Vandeci Rack, localizado na Rodovia Br-364, Km 333, Zona Rural, Ji-Paraná, distante 11 quilômetros do centro de Ji-Paraná sentido Presidente Médici.

********

 

A Feira movimenta não só o comércio de Ji Paraná. Mas, de todos os municípios e cidades em seu entorno. Todos os hotéis de Ji Paraná, Ouro Preto D'Oeste, Presidente Médici e cidades vizinhas estão lotados. Muitos moradores de Ji Paraná alugaram vagas em suas residências para os turistas e empresários que vão participar da Feira.

********

 

Além dos standes que oferecem maquinário de alta tecnologia, o visitante vai apreciar e conhecer, os roteiros turísticos do estado de Rondônia, pois a Setur, está com seu stande montado e técnicos especializados para orientar os visitantes como usufruir das nossas atrações turísticas.

*******

 

O Programa do Artesanato Brasileiro -PAB também montou stande onde os artesãos de Rondônia estarão comercializando suas peças, em geral, confeccionadas com produtos da nossa flora, como semente de açaí, jarina, tucumã, cipó e palhas diversas.

********

 

A Rondônia Rural Show é realmente uma feira de negócios, pois concentra grande público durante todo o dia, sem apresentar nenhuma atração musical ou espetáculos considerados culturais.

*******

 

Aí vem o questionador e pergunta: Qual a diferença da Rondônia Rural Show para o Arraial Flor do Maracujá?

********

 

A diferença amigo, é que a Rondônia Rural Show conta com apoio irrestrito do governo de Rondônia e de empresários de tudo quanto é segmento, inclusive Banqueiros.

********

 

Enquanto o Flor do Maracujá que é considerado um dos maiores eventos folclóricos da região Norte, praticamente não recebe nenhum apoio governamental. As vezes o governo do estado manda colocar as arquibancadas, palco e tendas, mas não disponibiliza um tostão para os grupos montarem suas apresentações.

*******

 

O Arraial Flor do Maracujá é o primo pobre da Rondônia Rural Show. Para esta última, o governo viabiliza tudo, até financiamento de máquina agrícola de última geração.

*******

 

Para os grupos folclóricos, nada! Porém, quem mais divulga o governo é o Arraial Flor do Maracujá, pois durante 14 noites o que mais se ouve, são os locutores anunciando no sistema de som do Arraial, que o evento conta com o apoio do governo de Rondônia, sem que o governo pague um tostão pela publicidade. Ainda tem a cobertura dos canais de televisão que sem querer, divulgam o governo através das imagens dos banner's espalhados pelo Arraial.

*******

Aliás, será que os grupos vão ter condições para se apresentar no Flor do Maracujá este ano?

 

FUNCULTURAL

 

Circuito Junino começa sexta com Arraial Flor de Cacto


 

O Circuito Junino, promovido pela Prefeitura de Porto Velho, por intermédio da Fundação de Cultura, inicia nesta sexta-feira,25, com o Arraial Flor do Cacto, na zona Sul da capital, e encerra no dia 29 de julho, com o Arraial do Orgulho do Madeira, na zona Leste.

Esta é a primeira vez que o Município realiza o circuito. Antes as festas juninas recebiam o apoio da Prefeitura, mas de forma tímida.

“Agora, com essa agenda organizada daremos maior visibilidade a esses festejos populares, promovendo, assim, a cultura e o turismo, gerando emprego e renda”, declarou o presidente da Funcultural, Ocampo Fernandes.

O Município está oferecendo infraestrutura - som, palco, iluminação e banheiros químicos. Ocampo aproveitou para convidar a população para prestigiar esses eventos. "Todos podem participar - são eventos tradicionais, tranquilos e com segurança”, disse.

Em alguns deles, segundo Ocampo, haverá shows musicais, além de comidas típicas que fomentam a cultura dessa época", concluiu.

Programação

Arraial Flor do Cacto - 25/05 a 03/06

2º Arraial Municipal - 02/06

Arraial Flor do Mutum - 08/06 a 10/06

Arraial Arraialeste - 08/06 a 18/06

Arraial da São Tiago Maior - 28/06 a 01/07

7ª Arraial da Amizade - 28/06 a 01/07

Arraial da AFA - 04/07 a 08/07

Arraial do Sertão - 25/07 a 29/07

1º Arraial do Orgulho do Madeira - 18/07 a 22/07

 

Fonte: Comdecom

 

Peça de Chico Buarque no Teatro 1 do Sesc
 

O Club Noir e Cubo Produções apresentam a peça “Leite Derramado”, com texto de Chico Buarque com adaptação, direção e cenografia de Roberto Alvim, nos dias 29 e 30 de maio as 19 horas, no Teatro 1 do Sesc Esplanada em Porto Velho.

 

Publicado em 2009 e lançado em dezenas de países, o livro Leite Derramado foi o vencedor dos prêmios mais importantes da Literatura em língua portuguesa: Prêmio BRAVO!, Prêmio JABUTI e Prêmio PORTUGAL TELECOM.

 

Trata-se de uma visão panorâmica de séculos da História do Brasil que termina apontando para a necessidade urgente de reconstruirmos nossos procedimentos éticos em direção a novas possibilidades de ação política não só no Brasil, mas no quadro mundial.

 

Seu protagonista é Eulálio D'Assumpção que, aos 100 anos de idade, encontra-se abandonado numa maca em um corredor de hospital público. É o herdeiro de uma tradicional família que chegou ao país com a corte portuguesa: antepassados aristocratas, avô latifundiário escravagista, pai senador corrupto, neto guerrilheiro, bisneto traficante...

 

Perdulário, alienado e contraditório, está agora completamente falido e se defronta com a precariedade trágica de um sistema construído por uma elite rentista da qual sua família foi parte integrante.

 

A obra propõe uma elaboração estética da singular experiência do TEMPO na história, situando-se numa interzona na qual tudo se transmuta apenas para repetir-se em sua sórdida estrutura autodevoradora: delirando, nos últimos instantes de sua vida, o protagonista é atravessado por eventos cruciais da história do Brasil (como o período escravocrata e a ditadura), em um pandemônio no qual ruem as fronteiras que separam mundo interno e mundo externo, passado e presente, memória e imaginação, religião e poder, indivíduo e sociedade, política e mitologia.

 

Ficha Técnica:

Texto Original: Chico Buarque

Adaptação, Direção e Cenografia: Roberto Alvim

Elenco: Juliana Galdino, Luiz Otvavio Vizzon, Filipe Ribeiro,

Taynã Marquezone, Caio D’aguilar, Lenon Sebastian,

Luis Fernando Pasquarelli e Nathalia Manocchio

Trilha Sonora Original: Vladimir Safatle

Iluminação: Domingos Quintiliano

Figurinos: João Pimenta

Desenho de Som: LP Daniel

Cenotecnia e Adereços: Fernando Brettas

Programação Visual: Vicka Suarez

Fotos e Vídeos: Edson Kumasaka

Crítico Interno: Welington Andrade

Assessoria de Imprensa: Daniela Bustos, Beth Gallo e Thaís Peres - Morente Forte Comunicações

Assistente de Direção: Steffi Braucks

Técnico de som e Microfonista: Dug Monteiro

Técnico de luz: Luiz Vaz Junior

Direção de Palco: Alex Peixoto

Produção: Dani Angelotti (Cubo Produções)

Realização: Cia. Club Noir e Cubo Produções

Produção Local: Selma Pavanelli.

 

CULTURA: Lenha na Fogueira, por Zékatraca
CULTURA: Lenha na Fogueira, por Zékatraca

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS