close
logorovivo2

Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

Jô Soares está de volta e comenta copa na Fox

ZÉKATRACA

24 de Maio de 2018 às 09:00

Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

FOTO: (Divulgação)

Na noite da última terça feira 22, os folcloristas dirigentes de grupos de Quadrilhas e Bois Bumbás, se reuniram com a diretoria da Federon cuja pauta, era, “O que fazer já, que nem o governo estadual e nem o governo municipal até agora, acenou com a possibilidade de ajudar financeiramente os grupos, que pretendem se apresentar no 37º Arraial Flor do Maracujá”.

********

 

Essa dependência bem que já poderia ter sido tirada da pauta das reuniões da Federon, pois, ha muito, o governo do estado não firma convênio para repassar recurso para os grupos preparem seus temas para o Flor do Maracujá.

********

 

O último governador que passou alguma coisa para os grupos, foi Cassol. Nos oito anos do governo Confúcio Moura a Federon e qualquer outra entidade, não recebeu recursos para os grupos se apresentarem na Mostra de Quadrilhas e Bois Bumbás.

********

 

O prefeito Mauro Nacif ainda andou repassando algum dinheiro, mas. O governo estadual, faz tempo que só colabora com a estrutura.

*********

 

Diante disso, a Direção da Federon leia-se presidente Fernando Rocha, colocou em discussão, a cobrança ou não, de ingresso para o público entrar na Cidade da Cultura nas noites de realização do Flor do Maracujá 2018. Por unanimidade a proposta de cobrança de um valor simbólico de apenas TRÊS REIAS por pessoa, foi aprovada.

********

 

Essa cobrança só será efetivada caso, os Grupos não recebam nenhum recurso do governo estadual e municipal. “Se entrar dinheiro oficial, a entrada será franqueada”, garantiu Fenando.

*********

 

Por parte da Sejucel o superintendente já disse que não existe recurso. “O que temos em caixa, não chega a R$ 8 Mil”, disse Rodnei.

********

 

Na próxima sexta feira dia 1º de junho (por sinal dia do Quadrilheiro), a direção da Federon será recebida pelo prefeito Hildon Chaves. Aliás, o prefeito prometeu que ajudaria a Federon a conseguir patrocínio junto a empresas privadas. “Vou ligar para alguns empresários para ver se consigo sensibilizá-los a patrocinar a festa”.

********

 

É essa resposta que a direção da Federon vai atrás sexta feira. Por outro lado, o presidente da Funcultural durante reunião que aconteceu na abertura do Flor do Maracujá do ano passado, prometeu que: “Em 2018, vou disponibilizar R$ 150 MIL, para premiar os melhores grupos de Quadrilha e Boi Bumbá” prometeu Ocampo Fernandes.

********

 

Os folcloristas querem saber se a promessa do Ocampo esta valendo! “Não podemos mais ficar esperando, temos que partir pra luta”, disse Fernando Rocha.

*******

 

Segunda feira dia 28, a diretoria da Federon será recebida pelo governador Daniel Pereira. Essa reunião já está agendada. Dessa vez, a pauta é solicitar a intervenção do governador no sentido de também conseguir apoio do empresariado local.

*******

 

Caso essas duas investidas não tenham respostas positivas, a solução é cobrar o ingresso simbólico de TRÊS REAIS. O valor arrecado será rateado entre os grupos que se apresentarem na 37ª Mostra de Quadrilhas e Bois Bumbás - Arraial Flor do Maracujá.

*******

 

Por enquanto, a data de 20 de junho para o início do maior Arraial da Região Norte está confirmada, apesar de alguns dirigentes de grupos, tentarem forçar a direção da Federon a mudá-la, não conseguiram!

********

 

Serão 12 noites de festa junina, começando no dia 20 de junho e terminando no dia 1º de julho.

********

 

Lembrando que amanhã dia 25, começa o Arraial Flor de Cacto no Campo 1º de Maio do bairro Caladinho. Quem comanda esse arraial é o engenheiro civil e folclorista conhecido como Negaça.

********

 

No Cacto haverá concurso de Quadrilha e a vencedora vai levar para sua sede, o prêmio de R$ 10 MIL. Escrevi DEZ MIL REAIS! O Circuito Junino tá só começando.

 

Jô Soares está de volta e comenta copa na Fox
 

O futuro tem por ofício ser incerto. Foi isso que Jô Soares disse ao parafrasear Pedro Malan, ex-ministro da Fazenda, quando, ao O Globo, falou sobre a última temporada do ‘Programa do Jô’. Afastado da TV desde dezembro de 2016, quando foi ao ar o último episódio da atração, o comunicador retorna à telinha. Agora, um novo desafio: participar da cobertura da Copa do Mundo da Rússia no Fox Sports.

 

O ‘Debate Final’ será um programa que conta integralmente com a participação de especialistas de futebol durante a Copa do Mundo. Na atração, Jô Soares vai apresentar com inteligência, humor e análise crítica uma leitura sobre o torneio acrescentando sua visão própria para o tema. Sobre o convite para trabalhar nos canais Fox, o comunicador conta que não tinha como recusar. “O que mais me atrai é o desafio. Não consigo dispensar um convite para falar sobre um assunto que sempre me fascinou com a possibilidade de errar. Tudo isso, me divertindo muito”.

 

Essa não é a primeira vez que Jô desembarca na cobertura esportiva. Em 1994, o jornalista comandou no SBT o talk show‘ Jô na Copa’. A atração contava com entrevistas com jogadores e treinadores. O programa era gravado nos Estados Unidos, país que sediou o mundial daquele ano. Além da ampla experiência em TV, Jô é autor de diversos livros. Entre suas obras está A copa que ninguém viu e a que não queremos lembrar. A produção traz crônicas sobre a Copa de 1950 escrita ao lado de Armando Nogueira e Roberto Muylaert.


 

Copa do Mundo de 1994: Jô Soares no SBT

 

Vice-presidente Sênior da Fox Sports no Brasil, Eduardo Zebini comemora a chegada de Jô Soares. “Poder contar com esse grande nome numa cobertura dessa grandeza, com possibilidade de compartilhar a visão de um dos maiores gênios deste país, é algo maravilhoso para nós. Ter essa oportunidade de ouvi-lo falando de algo que gosta muito está sendo prazeroso desde nossa primeira conversa, e mal posso imaginar como será na Copa”.

 

LANÇAMENTO

Erivaldo Almeida apresenta no Zé Beer Dispare seu mais novo trabalho em CD

 

O musico baterista, compositor e intérprete, Erivaldo Almeida vai apresentar o CD “Dispare”, ao público de Porto Velho, no próximo dia 1ª de junho na casa de show Zé Beer.

 

Em maio de 2016, Erivaldo reuniu alguns amigos músicos no Teatro Guaporé para apresentar suas composições. Naquela oportunidade as bandas Cia Los Dinos e Uru-Eu-Au-Au se apresentaram, tão logo Erivaldo ter mostrado ao público, que parcialmente lotou o teatro, as composições que hoje fazem parte do CD “Dispare”.

 

Um ano após, Erivaldo está convidando os amantes da boa música, para o espetáculo musical de laçamento do “Dispare” que vai acontecer no próximo dia 1º de junho às 23 horas na Casa da Shows Zé Beer em Porto Velho. “Contaremos mais uma vez com as apresentações das Bandas Uru-Eu-Au-Au e Cia Los Dinos” confirma o baterista.

 

Erivaldo será acompanhado pelos irmãos músicos Mauro Araujo, (teclado), Oséias Araújo (guitarra), e Paulo Bass (Araujo) no(contrabaixo). “Para os críticos, será uma noite imperdível. Já os jornalistas, estes terão um prato cheio de novidades. Mas quem ganha mesmo é o amante da boa música, do bom espetáculo” garante o guitarrista da Cia Los Dinos Julio Yriarte.

 

Os convites/mesa para quatro pessoas, já estão a venda. Reservas pelo telefone: (69) 99245-1189.

Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca
Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS