close
logorovivo2

NOVIDADES: Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

"O certo é que a 'briga tá feia'"

ZÉKATRACA

8 de Janeiro de 2019 às 10:20

NOVIDADES: Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

FOTO: (Divulgação)

Agora engriquilhou de vez a cultura em Porto Velho. Depois da nota distribuída pela assessoria da prefeitura, dando conta de que o prefeito Hildon Chaves não vai passar nenhum tostão para as escolas de samba; o pau quebrou nas redes sociais.
 

*********

 

O mais interessante, é que, não é o pessoal das escolas de samba e nem da Fesec o responsável pela postagem na qual, alguém pede para assinarem um abaixo-assinado que será entregue ao prefeito, pedido a “cabeça” do Ocampo Fernandes da presidencia da Funcultural.

 

*********

 

Em nosso zap zap, caiu a solicitação, para que assinássemos o tal abaixo-assinado, isso foi sábado a tarde.

 

********

 

Ontem segunda feira dia 07, outra mensagem dando conta que o responsável pela postagem, havia protocolado na Câmara de Vereadores o ABAIXO-ASSINADO com 315 assinaturas e que uma cópia foi protocolada no Gabinete do Prefeito.

 

********

 

Na realidade, nossas fontes garantem, que na Câmara de Vereadores o documento foi entregue apenas aos vereadores, que querem que o prefeito exonere o Ocampo da Funcultural.

 

********

 

Acontece que esse abaixo-assinado também foi parar no grupo dos carnavalescos ligados as Escolas de Samba e também no grupo do pessoal da Federon que reúne Quadrilhas e Bois Bumbás.


 

********

 

Essa turma pode até não ter assinado o documento, solicitando a cabeça do Ocampo, mas, nos comentários, a maioria é a favor da queda do Ocampo. Quer dizer, meu amigo Ocampo não está tão bem na foto perante o pessoal do segmento CULTURA POPULAR que engloba os militantes das escolas de samba, quadrilhas e bois bumbás. Olha que é muita gente.

 

********

 

Por outro lado, no face alguém criou a CONTA #FicaOcampo que também está com boa adesão. Dizem as “matildes’, que essa RESTEGUE é de responsabilidade dos roqueiros que atuam em bandas de Porto Velho.

 

********

 

O certo é que a “briga tá feia”, a maioria a favor da exoneração do Ocampo da presidência da Funcetur e outra parte, pedindo pro prefeito deixar ele la.

 

********

 

Posso garantir que o Ocampo está esperando essa exoneração faz algum tempo. Foi ele quem me disse isso no final do ano passado. Nós também sabíamos, pois quando se trata de uma notícia do gênero, por mais que esteja sobre a proteção do “sigilo”, vaza como vazou ha alguns meses, a notícia de que o prefeito, iria exonerar o Ocampo, porém, criaria a Fundação Madeira Mamoré para administrar a reforma do complexo ferroviário. A obra da reforma já começou e até hoje não foi criada a tal Fundação da qual o Ocampo seria nomeado presidente e por isso, teria que deixar a Funcultural.

 

**********

 

Aí tá dando outra “zica” pro lado do Ocampo, pois, segundo se fala, entre os vereadores que querem que o prefeito o exonere, existe um, que também quer indicar o administrador da reforma da Madeira Mamoré. Daí meu irmão o negócio vira briga de “cachorro” grande.

 

*********

 

Enquanto esses caras brigam, quem fica tal qual “cego” em tiroteio, é a comunidade das Escolas de Samba… que está sem saber pra quem apelar!

 

*********

 

Pois, se o prefeito não quer repassar recursos para as escolas de samba montarem parte de seus enredos, por outro lado, não tem, quem chegue até ele e explique que os desfiles das escolas de samba, é tradicional no carnaval de Porto Velho.

 

*********

 

Nosso alcade está tão ‘invocado’ com as nossas ESCOLAS DE SAMBA, que foi até o CPA pedir pro governador também não apoiar nosso carnaval. É que nem pau podre, “cai e derruba os outros”.


 

*********

 

Um assessor do governador me ligou sábado a tarde, dando conta (jurando de pés juntos), de que o governador não falou de jeito maneira, o que a assessoria do prefeito divulgou. Ou seja, Marcos Rocha não disse que também não apoiaria o CARNAVAL de |Porto Velho. Então a matéria da prefeitura é Fake News.

 

 

Cris Lago, atriz de RO

é destaque na Recod


 

Nesta terça-feira (08), vai ao ar o episódio O Homem do Saco, que faz parte da série Terrores Urbanos, da Record TV. A protagonista é Cristina Lago, atriz de Rondônia, que há 18 anos mora do Rio de Janeiro.

 

Em Terrores Urbanos, Cristina dá vida a Jane, uma vendedora de Cosméticos que, ao ter que cuidar da sobrinha Julia, se depara com seu passado traumático: Jane era babá quando jovem e o garoto de quem tomava conta sumiu. Boatos diziam que tinha sido sequestrado pelo lendário Homem do Saco. Tendo novamente que cuidar de uma criança, ela entra em pânico e seu passado volta à tona, deixando o medo e a lenda interferirem em sua vida.

 

 

A série, inspirada em lendas urbanas brasileiras, tem na direção geral Fernando Coimbra.

 

Cristina diz que atuar em uma série de terror é instigador. “O desafio de fazer algo novo foi o que mais me atraiu. Nunca tinha feito nada do gênero terror, mas foi um processo de criação delicioso. Tive uma sintonia incrível com o Fernando Coimbra que, além de ser um grande cineasta, é um excelente diretor de atores. Construímos juntos essa personagem”, comenta.

 

A atriz conta ainda que levou tão a fundo o trabalho da criação de Jane, sua personagem, que dispensou até dublê em uma das cenas mais difíceis. “Há uma cena de luta no episódio, em que a minha personagem enfrenta o Homem do Saco. Foi difícil fisicamente, tinha uma queda de uma escada e dispensei a dublê. Fiquei bastante dolorida no dia seguinte, porque repetimos inúmeras vezes toda a luta. Mas valeu a pena, a cena ficou muito boa”, finaliza.


 

Na televisão, Cristina já participou de outras produções. Na Record TV esteve em Milagres de Jesus e Conselho Tutelar. Na Rede Globo atuou em I Love Paraisópolis e Malhação. Já no cinema nacional, os destaques vão para os filmes Bruna Surfistinha e Olhos Azuis, além de Pacto de Sangue, da Netflix e Canal Space, e Magnífica 70, da HBO.

 

Terrores Urbanos – Episódio O Homem do Saco vai ao ar dia 8 de Janeiro, às 22:45, na Record TV, exibido pela afiliada SIC TV em Rondônia.

 

Fonte: Folk Assessoria

 

 

 

PLANEJAMENTO

 

Turismo de pesca, rota das águas

serão priorizados pela Semdestur


 

A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Subsecretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur), priorizará o turismo para fomentar a economia e possibilitar a criação de novos postos de trabalho na capital. “Vamos atuar fortemente no turismo de pesca, na exploração saudável dos balneários e festivais de praia e no turismo histórico”, explicou o subsecretario Euzébio Lopes Novais.

 

No que se refere a fomento econômico e geração de emprego, o titular da Semdestur explicou que o projeto ‘Porto Velho Sport Fishing’ deverá ser impulsionado com a formação de novos ‘condutores de pesca’, cozinheiros e atendentes. “Vislumbramos ainda a participação em feiras de turismos pelo Brasil, levando material de divulgação do Porto Velho Sport Fishing”, salientou Euzébio Lopes.

 

Em relação ao trabalho, o subsecretário diz que a principal meta para 2019 é a conclusão do Sine Sul, que deverá atender a comunidade da Zona Sul da capital.

 

Outro projeto que receberá atenção especial da Semdestur é o ‘Festival Rota das Águas’ que será realizado em parceria com os já tradicionais festivais de praia nos distritos. “Neste ano, continuaremos fortalecendo nossas belezas naturais, fazendo com que a população conheça nossas riquezas e belezas naturais”.

 

Para fortalecer o turismo cultural, a Semdestur instalará novas placas de sinalização nos pontos turísticos que são relacionados a história de Porto Velho e de Rondônia. “Ao todo, são 21 pontos turísticos”, destacou o subsecretário, acrescentando que as placas terão informações sobre cada local ou monumento. “O planejamento ainda conta com o asfaltamento da estrada da Igreja de Santo Antônio”.

 

Comdecom

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS