close
logorovivo2

GASTRONOMIA/CULTURA: Tacacá Musical retorna na quarta-feira de cinzas com nova roupagem

Ocampo Fernandes afirmou que a mudança dará mais visibilidade aos tacacazeiros

ASSESSORIA

17 de Janeiro de 2019 às 11:48

GASTRONOMIA/CULTURA: Tacacá Musical retorna na quarta-feira de cinzas com nova roupagem

FOTO: (Divulgação)

Com nova roupagem, o Tacacá Musical retorna as suas atividade no dia 6 de março (Quarta-feira de Cinzas). Essa atividade é promovida pela Prefeitura de Porto Velho, via Funcultural. A última edição foi em 19 de dezembro – o hiato ocorreu devido ao período de chuvas na capital.

 

A partir de agora, as barracas serão padronizadas e os tacacazeiros uniformizados. As mudanças foram realizadas em comum acordo com os pequenos comerciantes, após reunião nesta quarta-feira (16/01) com o diretor de Cultura da Funcultural, Eudes Claudino.

 

As barracas também ocuparão um novo espaço – elas serão instaladas em uma parte da Praça Jonathas Pedrosa, em frente ao Mercado Cultural. No Calçadão do Manelão, onde elas ficavam anteriormente, será instalado um palco para os shows artísticos.

 

O presidente da Funcultural, Ocampo Fernandes, afirmou que a mudança dará mais visibilidade as barracas e aos artistas que irão se apresentar. “As alterações fez-se necessário para que todos tivessem um visual harmonioso”, frisou, acrescentando que o Tacaca já se tornou referência na cidade.

 

São cinco barracas que comercializam comida regional:  tacacá, galinha picante, farofa de camarão (feita com farinha especial produzida por índios do Amazonas), vatapá, caruru, arroz paraense (produzido com camarão e jambu). Tem ainda a barraca que vende cerveja e refrigerante.

 

O projeto iniciou em 2017 com o objetivo de promover a gastronomia e a cultura regional, daí o nome ‘Tacacá Musical’. Foi uma forma também, segundo Ocampo Fernandes, de ocupar o Mercado Cultural, prédio histórico de Porto Velho, que estava com a sua estrutura ociosa.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS