close
logorovivo2

IVAN MARROCOS: Exposição do artista plástico Flávio Dutka é prorrogada

A mostra, que permanece na galeria até 20 de fevereiro, foi turbinada com novos trabalhos

DA REDAÇÃO

28 de Janeiro de 2019 às 10:18

IVAN MARROCOS: Exposição do artista plástico Flávio Dutka é prorrogada

FOTO: (Flávio Dutka)

Devido a boa aceitação por parte do público, a exposição "Piracema", do artista plástico e professor do Município de Porto Velho, Flávio Dutka, foi prorrogada até o dia 20 de fevereiro na Casa de Cultura Ivan Marrocos, na região central da cidade.

 

“Turbinei a mostra com 40 novos desenhos, entre eles um que foi premiado, resultando no impulsionamento da minha carreira como artista”, declarou Flávio Dutka, que reside e trabalha na região do Lago do Cuniã – área com paisagens belíssimas, localizada em meio à Floresta Amazônica.

Inclusive, nessa nova roupagem da exposição tem trabalhos que retratam a região do Cuniã. “Sou apaixonado por essa localidade e gosto de pintar as paisagens magníficas e bucólicas de lá, onde o tempo não tem pressa”, observou. A mostra exibe ainda algumas obras sobre as margens do rio Madeira.

 

A exposição apresenta também uma série intitulada " Os Tesouros de Potosi" – coletânea de desenhos feitos de improviso por Dutka após estudos de Miologia do artista plástico Leonardo da Vinci.

 

Quem é Flávio Dutka

Ele é professor de História da rede municipal de ensino. Apesar de sua formação em História, Flávio Dutka ensina Artes e Inglês aos ribeirinhos. Tem, inclusive, alunos seus que já estão se destacando nas artes, a exemplo de Vanderlei Pinho Alves, de 19 anos, ribeirinho do Cuniã.

 

Dutka é paraense, mas reside em Rondônia desde os seis anos de idade. É um autodidata, que iniciou nas artes ainda pequeno. Sua primeira exposição foi aos 16 anos.

Ele é um apaixonado pela natureza. Foi esse amor que o levou a optar pela região ribeirinha de Porto Velho quando fez o concurso para professor do Município há dez anos.

 

 Durante oito anos lecionou nas comunidades/distritos de Papagaios, Cuniã, Demarcação, Santa Catarina e Nazaré. Atualmente está fixo na região do Cuniã.

 

É justamente a natureza que o artista plástico usa como base em seu processo de criação, retratando de forma minuciosa, por meio de traços, as paisagens e recantos pitorescos que encontra pela frente.

 

 Além de Porto Velho, Dutka já expôs em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, na Finlândia e Milão(Itália). Ele foi selecionado também, em 2007, para expor na Bienal de São Paulo, um dos maiores salões de artes do Brasil. Apenas três artistas da região Norte, incluindo ele, foram escolhidos.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS