close
logorovivo2

DANÇA/GINÁSTICA RÍTMICA: Atividade implantada em escola melhora rendimento do alunos

A meta é alcançar mais estudantes. Atualmente, 40 alunos, entre homens e mulheres com idades entre 10 e 17, anos participam do projeto

DA REDAÇÃO

4 de Junho de 2019 às 15:24

DANÇA/GINÁSTICA RÍTMICA: Atividade implantada em escola  melhora rendimento do alunos

FOTO: (Divulgação)

No começo do ano o projeto “Dança e Ginástica Rítmica” foi implantado na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Marechal Castelo Branco, localizada na região central de Porto Velho. E o que parecia ser apenas um estimulo à atividade física, tem se tornado inspiração e exemplo.

 

Segundo a professora responsável pelas aulas, Cléa Rocha, embora com poucos meses de implantação, a modalidade tem trazido grandes resultados. “Nós temos escutado dos professores que o comportamento dos alunos participantes do projeto é outro. Eles estão tendo grande melhora nas notas, no aprendizado, e estão se empenhando mais nos estudos. E esses são um dos pré-requisitos para participar do projeto: ser um bom aluno e ter boas notas”.

 

Benefícios


Segundo ela, a ginástica rítmica é um esporte que encanta pela beleza e suavidade dos movimentos. E muitos desconhecem os inúmeros benefícios da prática ao organismo, como: melhora na coordenação motora, no equilíbrio, aumenta a flexibilidade, ajuda no bom funcionamento do sistema cardiovascular e respiratório, ajuda na hiperatividade, além de trabalhar o comportamento em grupo e a interação social, e contribuir com o aumento da capacidade cerebral, possibilitando um raciocínio mais rápido.

A meta, segundo Cleá Rocha, é alcançar ainda mais estudantes. Atualmente 40 alunos entre homens e mulheres com idades entre 10 e 17 anos participam do projeto. As aulas são ministradas três vezes na semana (segunda, quarta e sábado) das 16h às 18h ou das 18h às 20h.  “O nosso objetivo é no mínimo alcançar mais de 100 alunos. E além da ginástica rítmica, eles aprendem também diferentes movimentos de dança. Neste momento estamos finalizando a coreografia de uma apresentação artística que conta a história de Rondônia por meio da dança. É uma forma diferente de contar a história”.

 

Gabriela Trindade é uma das participantes da coreografia. A adolescente diz que sempre foi apaixonada pelo esporte, e que tem visto muitos benefícios desde que entrou no projeto.

 

“Quando eu venho para as aulas de ginástica e dança eu acabo me concentrando ainda mais nos estudos, nas tarefas e aprendendo mais rápido. E isso tem me ajudado muito”, afirma Gabriela Trindade.

 

 Novatos


Vinicius dos Reis é um dos novatos. Embora tenha poucos homens no projeto, ele se diz privilegiado por participar. “Antes de entrar na ginástica eu tinha algumas dificuldades, era bastante tímido, e pouco flexível. Agora eu já consigo me soltar mais, e fazer passos que antes não conseguia”.

 

Francielen Gomes também é participante e diz que o projeto foi a melhor coisa que aconteceu para ela este ano. “Desde pequenininha eu sempre quis fazer balé, ginástica ou dança, mas meus pais não tinham condições de pagar essas aulas para mim. E quando abriu a inscrição para entrar no projeto aqui na escola eu nem acreditei. Fiquei muito feliz!”, comemorou a estudante.

 

O Governo de Rondônia tem implantado estes e outros projetos através da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) responsável por fornecer apoio e materiais para a realização das aulas. Ao todo são aproximadamente 100 projetos desenvolvidos em escolas do estados que abrangem diferentes modalidades (arte, cultura, esporte, entre outras). As modalidades são de complementação de carga horaria e hora extra de treinamento.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS