close

DOCUMENTÁRIO: 'Caçambada Cutuba' é lançado e público lota teatro em Porto Velho

Ele foi idealizado pelo jornalista Zola Xavier(foto) e conta um fato que mostrou o nível da disputa política em RO, naquele período pré golpe militar de 1964

DA REDAÇÃO

14 de Setembro de 2019 às 12:43

DOCUMENTÁRIO: 'Caçambada Cutuba' é lançado e público lota teatro em Porto Velho

FOTO: (Luciana Oliveira)

O Teatro Guaporé ficou pequeno para o lançamento do documentário ‘Caçambada Cutuba’, na noite da última sexta-feira(13), em Porto Velho. O espaço foi composto por uma plateia que misturava gerações, e muitos dos que lá estavam, eram jovens quando ocorreu o atentado e viram o desenrolar dos fatos naquele dia 26 de setembro de 1962 e depois.

 

Nessa data, durante um comício político da oposição, realizado no bairro Olaria, na capital, uma caçamba da prefeitura, entrou no meio do público matando e ferindo gente. O episódio marcava o ápice de uma disputa entre dois grupos políticos que disputavam o poder no território.

 

De um lado, os Peles Curtas, que representavam uma frente popular, tendo como grande artífice o médico Ranato Medeiros. De outro, os Cutubas, que eram vistos como representantes da situação, do coronelismo e da velha política. O candidato deles era Ênio Pinheiro, que rezava na cartilha de Aluízio Pinheiro, um velho político, acostumado a mandar e desmandar na política local.

 

Foi essa disputa que culminou na caçambada, que chamou a atenção do jornalista Zola Xavier(foto), nascido em Rondônia, e radicado no Rio de Janeiro, há muitos anos. Para recontar essa história, ele mergulhou nos arquivos públicos e em relatos de pessoas que participaram daquele comício e reviveram os acontecimentos. “É um fato apagado da história de Rondônia. Muitos não acreditam que houve a caçambada”, disse.

 

Dessa investigação que durou onze anos, nasceu o documentário a “Caçambada Cutuba”, que foi apresentado, pela primeira vez, ao público na última sexta-feira. Um dos que participaram do projeto foi o historiador Anísio Gorayeb, que não imaginava que os portovelhenses fossem em número tão expressivo ao teatro para assistir ao documentário. “Estou surpreso”, declarou.

 

Várias gerações participaram do lançamento do documentário 'Caçambada Cutuba'(Luciana Oliviera)

 

O documentário deverá ser apresentado e distribuído em escolas de Rondônia para que a população tenha acesso a esse conturbado período de nossa história.  

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS