close
logorovivo2

DESCOBERTA: MPE comprova que PSL usou candidata não filiada para completar cota

O PSL na ânsia de completar a cota de mulheres colocou como candidata Kilvia Marques que não é filiada ao partido para completar a cota de 30% de mulheres, mas só não contou que o zeloso Ministério Público Eleitoral estava de olho e barrou a candidata

O OBSERVADOR

19 de Outubro de 2018 às 15:27

DESCOBERTA: MPE comprova que PSL usou candidata não filiada para completar cota

FOTO: (Divulgação)

A composição da bancada federal eleita no último dia 07 de outubro pode ser modificada devido o PSL não se atentar a cota obrigatória de no mínimo 30% para mulheres filiadas ao partido.

 

O PSL na ânsia de completar a cota de mulheres colocou como candidata Kilvia Marques que não é filiada ao partido para completar a cota de 30% de mulheres, mas só não contou que o zeloso Ministério Público Eleitoral estava de olho e barrou a candidata.

 

O partido ao invés de trocar a candidata para preencher a cota de 30% resolveu recorrer e continuar insistindo com uma candidata que não filiada ao PSL. Agora toda a chapa corre o risco de ser indeferida e o candidato a deputado federal eleito pelo partido Coronel Chrisóstomo corre o risco de não assumir pelo fato do partido em tese ter praticado tese na formação da chapa do PSL.

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS