close

ESPAÇO ABERTO: Descaso da Sesau compromete saúde em Guarajá-Mirim

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

23 de Outubro de 2019 às 08:55

ESPAÇO ABERTO: Descaso da Sesau compromete saúde em Guarajá-Mirim

FOTO: (Divulgação)

VERGONHA


O que acontece na saúde em Guajará- Mirim é um exemplo de incompetência, descaso e desleixo com o dinheiro público. Gestores inoperantes ignoram a dor de quem precisa do atendimento na saúde e parecem pouco se importar com a possibilidade de que alguém realmente venha a ser responsabilizado por mais uma obra inacabada. Estou falando do Hospital Regional iniciado em 2013 e que deveria ser concluído em 02 anos.

 


ABANDONO


O hospital parece um prédio fantasma com fiação exposta, algumas centrais de ar instaladas, portas, azulejos, vidro, tampa de pia e outros materiais jogados pelos cantos. Nos corredores e salas silenciosos o que se vê é uma grande quantidade de poeira se acumulando. O que deveria ser uma construção digna para abrigar pacientes virou um depósito de material que corre o risco de ser perdido com o tempo.

 

 

 

 

 

 

 

 


ERA PARA SER UM ALÍVIO AO SISTEMA CAÓTICO


A previsão é que o hospital sendo concluído vá atender mais de 100 mil pessoas recebendo não só pacientes de Guajará, mas também de Nova Mamoré, toda a Ponta do Abunã e também da Bolívia. Hoje, muita gente dessas comunidades sofre com falta de atendimento na saúde porque não tem onde procurar recursos mais avançados e muito menos consegue se deslocar até à capital.

 


INACABADO


A obra está 85% concluída e parou porque, segundo a construtora Eletrix Incorporações Construções e Serviços Ltda contratada para construir o hospital, o governo não teria pago o contrato. Deputado Dr Neidson diz que isso não é verdade e que a empresa já recebeu vários aditivos no decorrer da construção. O parlamentar esclarece ainda que o governo dá pouca importância ao problema porque terá que assumir a gestão tão logo o hospital seja entregue para a população, se isso realmente ocorrer.


 

 

 



GOVERNO FEDERAL


Em relação à obra em questão, esclarecemos que não há contrato de financiamento com a Caixa. Trata-se de contrato entre o Estado de Rondônia e o Ministério da Saúde de repasse de recursos. A obra está com evolução física de 84,55% e o Ministério creditou R$ 9.067.680,00, valor suficiente para pagamento da obra já executada. A conclusão das obras está prevista para ocorrer até 30 de março de 2020. Se necessário, este prazo pode ser prorrogado, desde que autorizado pelo Ministério da Saúde.

 


CONSTRUTORA


O empresário Albertino Lameira Cabral, dono da Eletrix Incorporações Construções e Serviços LTDA, não retornou o contato com o Rondoniaovivo para explicar os motivos porque a obra está parada.

 


SESAU


A assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde informou que uma equipe de engenheiros da Coordenadoria Técnica de Obras da SESAU faria uma vistoria, no início deste mês, na obra do Hospital Regional de Guajará-Mirim para verificar a atual situação. O Rondoniaovivo não recebeu informações sobre o resultado da vistoria.

 



COINCIDÊNCIA


O curioso é que essa vistoria da SESAU, coincidentemente, aconteceria justamente quando entramos em contato para saber do abandono da obra do hospital. A pergunta é: porque o Secretario Estadual de Saude, Fernando Maximo, que afirma estar empenhado em revolucionar a saúde do estado nao se preocupou com uma situaçao grave como essa?

 

 

 



TRIBUTARISTAS


Nesta quarta-feira (23), às 8h30, o Governo de Rondônia realiza o 68º Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat), que reunirá órgãos fazendários de todo o país, para a discussões que visam o aperfeiçoamento das normas e práticas fiscais, e harmonização tributária entre as unidades da federação.

 



ÁRVORE CAINDO


A Energisa Rondônia informa que não encontrou o registro da solicitação de poda de árvore no endereço citado. Contudo, diante da informação repassada pelo site de notícias, na noite de segunda-feira (21), foi realizado o serviço, pois os galhos estavam encostando nos cabos de energia e poderiam afetar a distribuição da energia elétrica aos moradores da localidade. Outras informações e solicitações de serviços estão disponíveis no 0800 647 0120, no site www.energisa.com.br ou pelas redes sociais Facebook - @energisa e Twitter: @energisa, com o registro de número de protocolo de atendimento.

 



SEMINÁRIO


Nesta quarta-feira (23), às 8h30, no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), o Governo de Rondônia realiza o seminário REDD+ Oportunidades para Rondônia e Amazônia que discutirá projetos e ações relacionados à redução de emissões decorrentes do desmatamento e degradação florestal. Na ocasião será lançada a plataforma digital AmazoniAtiva, um portal online que servirá como vitrine e um veículo de comércio eletrônico para as empresas, produtores e extrativistas do Estado.

 



OPORTUNIDADE DE ESTÁGIO


Estão abertas as inscrições para estágio em todas as comarcas do interior do Estado. O processo seletivo, lançado nessa quinta-feira no Diário da Justiça, dispõe de 114 vagas em diferentes áreas. Podem se inscrever estudantes que estejam cursando o ensino médio até o segundo ano.

 


SUPERIOR


O processo também vai selecionar acadêmicos de Administração, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia Civil, História, Informática, Jornalismo, Pedagogia, Psicologia, Publicidade e Serviço Social, que estejam cursando a partir do 3º e, no máximo, no penúltimo período. A remuneração é de R$ 450,00 para nível médio e R$ 950,00 para nível superior.

 


PROVAS EM DEZEMBRO


As inscrições começaram nesta sexta-feira, 18, e vão até 1º de novembro. As provas acontecerão no dia 1º de dezembro, e o resultado será publicado no dia 27 de janeiro. O estágio tem por objetivo oportunizar ao estudante a aprendizagem na prática, complementando o ensino, constituindo-se em instrumento de integração em termos de aperfeiçoamento técnico-cultural, científico e de relacionamento humano.

 


NO PRIMEIRO TURNO


Evo Morales ganhou com ampla votação em Guajará-Mirim. Dos 716 eleitores bolivianos cadastrados e residentes na cidade 525 participaram do pleito. Morales teve 411 votos. O segundo mais votado recebeu 75 votos e o terceiro 39 votos.

 



PRIVATIZOU


A Lotex, popularmente conhecida como raspadinha, foi privatizada nesta terça-feira, 22, em leilão realizado em São Paulo. O único interessado no certame, o consórcio Estrela Instantânea, formado por IGT e Scientific Games, levou o ativo ao dar o lance mínimo de R$ 96,97 milhões de parcela inicial pelo ônus da outorga.


O grupo de empresas deverá pagar, ainda, sete parcelas anuais de R$ 103 milhões, a serem corrigidas pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). A outorga total será de R$ 818 milhões e o prazo de concessão é de 15 anos.

 



DISTRIBUIÇÃO


A União vai ficar com 16,7% da receita obtida com as vendas de loterias instantâneas. Desse valor, cerca de 90% será destinado à área de segurança pública, segundo o governo. A projeção é que em cinco anos, esse montante supere R$ 1,5 bilhão anual. A concessionária vai ficar com 18,3% da receita bruta e os vencedores dos jogos, com 65%.

 


GIGANTES DAS LOTERIAS


As duas empresas vencedoras detém 80% de participação mundial no mercado de loterias instantâneas, de acordo com Roberto Quattrini, diretor da IGT. Segundo ele, o setor fatura anualmente US$ 80 bilhões (R$ 330,5 bilhões) ao ano. As duas empresas do consórcio são sediadas nos Estados Unidos e têm ações negociadas em bolsa.

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS