close

ESPAÇO ABERTO: Lavouras de Rondônia apresentam crescimento e aceleram economia

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

10 de Janeiro de 2020 às 08:57

ESPAÇO ABERTO: Lavouras de Rondônia apresentam crescimento e aceleram economia

FOTO: (Divulgação)

SOJA É O CARRO CHEFE DA PRODUÇÃO DE RONDÔNIA

 

Segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (08), a soja é o produto agrícola com maior produção e com maior expectativa econômica em Rondônia, devendo render aos produtores R$ 1,2 bilhão na safra 2019. A soja é seguida pelo café (R$ 580 milhões), milho (R$ 555 milhões) e mandioca/macaxeira (R$ 513 milhões).

 

 

MAIS GRÃOS

 

Em produção, a soja apresentou um aumento de 19%. Em 2018, eram 300 mil hectares, que produziram um milhão de toneladas; já em 2019, foram 344 mil hectares, produzindo 1.187.945 toneladas. Alto Paraíso foi o município com o maior aumento proporcional: 178%, passando de 29 mil toneladas para 83 mil toneladas.

 

 

OUTRAS CULTURAS

 

Em relação à produção, o cupuaçu foi o produto que apresentou a maior variação entre 2018 e 2019: 200%, passando de 772 toneladas para 2.306 toneladas. O milho está em segundo lugar, com um aumento de 30%: de 735 mil toneladas em 2018 para 954 mil toneladas em 2019.


O café irrigado, terceiro produto com maior crescimento (29%), subiu a produção de 91 mil toneladas para 118 mil toneladas. A área plantada aumentou em 65%, passando de 26 mil hectares para 43 mil hectares. O município com a maior produção foi São Miguel do Guaporé: 36 mil toneladas.


Apesar de apresentar diminuição em área plantada em 20%, o cacau teve aumento de produção em 24%, passando de 4.108 toneladas em 2018 para 5.087 toneladas em 2019. A produção encontra-se concentrada na região do Vale do Jamari.

 

 

ARROZ TAMBÉM CRESCEU

 

O arroz, que apresentou um aumento de 13% na produção, subiu de 109 mil para 123 mil toneladas entre 2018 e 2019. Já a área plantada aumentou de 39 mil hectares para 43 mil hectares – aumento de 10%. Porto Velho foi o município com a maior produção (28 mil toneladas) seguido de Pimenteiras do Oeste (20 mil toneladas).


O analista do IBGE, Jorge Elarrat, fala que estes dados confirmam a aptidão crescente de Rondônia para as lavouras temporárias em substituição às permanentes, que foram predominantes até os anos 90.

 

 

 

 

 

SOCORRO

 

É crítico o estoque de sangue em Rondônia. Na Capital, onde concentra a maior demanda, há apenas 40 bolsas de sangue O+, quando o normal são 100 bolsas. Isso representa um estoque para três dias. O tipo O+ é responsável por aproximadamente 50% do consumo e o A+, representa de 20% a 30%, mas a Fhemeron reforça que precisa de doações de todas as tipagens.

 

 


CAMPANHAS

 


A Fhemeron já conseguiu realizar campanhas mobilizando Polícia Militar,  Base Aérea e Força Jovem Universal (FJU). ‘‘Nós solicitamos ao comandante que mobilize os policiais militares, a Base Aérea já confirmou que fará a doação no dia 14 quando haverá o ingresso de novos integrantes, e a FJU da Universal que já vem colaborando com as doações também irá ajudar a elevar o estoque de sangue no sábado’’, disse a assistente social da Fhemeron, Maria Luiza Pereira.

 

 

CIRURGIAS CANCELADAS

 

A médica Ana Carolina diz que com a falta de sangue é necessário que uma média de 100 pessoas por dia compareçam à Fhemeron para doar e equilibrar o estoque. “Sem o abastecimento necessário, cirurgias [eletivas] são canceladas para preservar as urgências. Nós chamamos todos aqueles que já são doadores, e quem nunca doou para aproveitar essa chance de doar pela primeira vez, pois será muito benéfico para vários pacientes’’, afirma a médica.

 

 

REQUISITOS PARA DOAR


– Estar em boas condições de saúde
– Ter entre 18 e 69 anos de idade
– 16 e 17 anos poderá doar acompanhado dos pais ou responsáveis legais
– Ter peso acima de 50 kg
– Estar alimentado, evitando alimentação gordurosa (Aguardar três horas após o almoço)
– Homem pode doar até 4 vezes ao ano em intervalos de 60 dias (dois meses)
– Mulher pode doar até 3 vezes ao ano em intervalos de 90 dias (três meses)
– Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas

 

 

INSCRIÇÕES UNIR

 

Começa na próxima segunda-feira (13) e segue por uma semana, o período de inscrições para o processo seletivo discente da Universidade Federal de Rondônia (Unir), com ingresso para os dois períodos letivos de 2020.


São oferecidas 2.655 vagas para acesso aos cursos de graduação. A seleção se dará exclusivamente a partir das notas obtidas pelos candidatos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano de 2019. O resultado final tem previsão de ser divulgado no dia 28 de janeiro.

 

 

CALENDÁRIO

 

A  Secretaria Municipal de Educação (Semed), divulgou o Calendário Escolar Oficial para o ano letivo de 2020, para atendimento às unidades escolares da zona urbana, com data de início das aulas para o dia 6 de fevereiro de 2020.


O calendário também define a apresentação de professores, o período de recesso, feriados, proposta de reuniões de pais, término dos bimestres e término do ano letivo, contemplando os 200 dias letivos e 800 horas de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação LDBEN/2006, permitindo também que cada unidade escolar acrescente às atividades correspondentes às suas ações individuais.

 

 

CAI ECONOMISTA QUE CRITICOU PAULO GUEDES

 

As críticas à política econômica de Paulo Guedes, ministro da Economia do governo Jair Bolsonaro, teriam motivado a demissão da economista-chefe da XP Investimentos, Zeina Latif, que deixa a corretora de valores que tem como sócio o Itaú.


Segundo coluna de Guilherme Amado, na revista Época, as análises da economista em relatórios internos e na coluna que mantém no jornal O Estado de S.Paulo, todas com críticas ao governo, causaram um processo de desgaste pelo descontentamento gerado nos sócios Guilherme Benchimol, Gabriel Leal, Beny Podlubny, Marcos Peixoto e Carlos Ferreira, que atuam como executivos da empresa, que vendeu 49,9% das ações por R$ 6,3 bilhões para o Itaú Unibanco no final de 2007.

 

 

Zeina Latif, economista-chefe da XP Investimentos. Foto: Agência O Globo

 

 

 

PRESIDENTE DO PROS AGRIDE FILHA

 

O presidente nacional do Pros, Eurípedes Júnior, é acusado de agredir a filha de 19 anos com tapas, socos e mordidas. Ele  foi intimado a depor na próxima segunda-feira, dia 13. Segundo o delegado Cristiomário Medeiros, servidores da Polícia Civil de Goiás  entregaram intimação  a Eurípedes na tarde de ontem. Ele poderá ser preso, de acordo com a Lei Maria da Penha. 
Eurípedes é separado da mãe da moça. A briga foi na sede do Pros e foi por dinheiro.

 


INTERPOL PROCURA EVO MORALES


A Interpol está com uma ordem de busca e prisão do ex-presidente Evo Morales. 


A ordem partiu do novo governo da Bolívia.

 


BOLSONARO CULPA GOVERNADORES PELO ALTO CUSTO DA GASOLINA 


O presidente Bolsonaro usou o seu Twitter para dizer que o problema dos preços dos combustíveis está nas mãos dos governadores.
O que ele escreveu no Twitter: 


- 1/3 do preço é cobrado de ICMS, imposto estadual.

 

 


PRODUÇÃO INDUSTRIAL DESPENCOU 1,2% EM NOVEMBRO, DIZ IBGE

 

A produção industrial brasileira registrou queda de 1,2%  em novembro na comparação com o mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a produção caiu 1,7%. As expectativas em pesquisa da Reuters com economistas eram de queda de 0,6 por cento na variação mensal e de 0,8 por cento na base anual.

 

 

RECESSO IMPACTA NO EMPREGO

 

Juristas têm feito alertas sobre as consequências do marasmo e da vida boa de parlamentares, com “férias” de quase dois meses, sobre as contratações de jovens. É que a medida provisória 905, que criou o Contrato Verde Amarelo e serviu de base para planejamento de custos de empresas, ainda não foi convertida em lei e pode “gerar insegurança jurídica no mundo dos negócios” e desestimular “novos investimentos”. 

 

 

ENTRAVE

 

Caso não vire lei, as contratações seguirão as normas antigas e devem se tornar motivo de judicialização entre empresas e empregados. 

 

 

COMPROMETE AS CONTRATAÇÕES

 

As empresas se organizaram para ter um custo com as novas regras e sem virar lei, altera a programação”, alerta o advogado Peterson Vilela. 

 

 

DIMINUIU

 

O medo do desemprego diminuiu 2,1% entre os brasileiros no último trimestre de 2019, segundo pesquisa da Confederação Nacional da Indústria. O índice precisa cair mais 6% para chegar à média histórica. 

 

 

NÚMEROS POSITIVOS

 

Grande motor da economia brasileira, o agronegócio deve bater novo recorde na safra 2019/20. O quarto levantamento feito pela Conab estima produção de 248 milhões de toneladas, 2,5% maior que 2018/19. 

 

 

TEVE REFLEXOS AQUI

 

A crise na Argentina teve impacto significativo na exportação brasileira de veículos, que caiu 8,5% no ano passado em relação a 2018. No total, foram mais de 200 mil carros que deixaram de cruzar a fronteira.

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS