close
logorovivo2

TRANSAÇÕES: Timão precisa vender 9 para receber o que Santos leva com Rodrygo

Atacante de 17 anos renderá 40 milhões de euros ao clube da Baixada

NOTÍCIAS AO MINUTO

16 de Junho de 2018 às 09:25

TRANSAÇÕES: Timão precisa vender 9 para receber o que Santos leva com Rodrygo

FOTO: (Divulgação)

Desmanches atrapalharam a trajetória do Corinthians nos últimos tempos. Em 2015, o clube vendeu mais da metade do time campeão brasileiro e, agora, segue os mesmos passos depois do título nacional do ano passado.

 

Apesar de todas essas vendas, o valor repassado diretamente ao Corinthians é equivalente à venda do santista Rodrygo, atacante de 17 anos que irá se transferir ao Real Madrid no ano que vem. O clube santista receberá 40 milhões de euros na transação, livres de impostos. 

 

Para atingir o valor da venda de Rodrygo, o Corinthians teve de vender nove jogadores, incluindo suas maiores estrelas dos times vencedores das temporadas 2015 e 2017.

 

A extensa lista de jogadores vendidos traz Malcom, Gil, Vagner Love, Renato Augusto, Ralf, Jadson (na primeira passagem), Jô, Guilherme Arana e, mais recentemente, o volante Maycon. O Corinthians recebeu 41,5 milhões de euros pelas transferências (veja todos os valores abaixo).

 

A maior delas é a do atacante Malcom, campeão brasileiro como titular aos 18 anos em 2015. Depois da conquista, o Corinthians acertou a venda da promessa por 5 milhões de euros. No ano passado, o clube recebeu mais 4,5 milhões por 15% direitos econômicos que tinha mantido mesmo após a ida do atleta ao clube francês.

 

CLUBE TEM FAMA DE OBTER CIFRAS BAIXAS EM VENDAS

 

O Corinthians carrega uma fama ruim em relação às vendas recentes. Na comparação com outros clubes, as cifras ficam bem abaixo de outros clubes do futebol brasileiro.

 

O volante Maycon, por exemplo, foi vendido ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por 6,6 milhões de euros. O clube era dono de 80% dos direitos econômicos e, dessa forma, embolsará 5,3 milhões de euros.

 

Há pouco menos de um ano, Santos, São Paulo e Vasco foram mais bem-sucedidos em vendas de jogadores promissores da mesma posição. Os santistas venderam Thiago Maia ao Lille, da França, por 14 milhões de euros. O clube francês ainda comprou Thiago Mendes, do São Paulo, por 9 milhões de euros. A diretoria do Vasco, por sua vez, negociou Douglas com o Manchester City por 13 milhões de euros.

 

Em dezembro passado, um caso emblemático veio à tona poucos dias depois de o Corinthians vender Jô ao Nagoya Grampus, do Japão. A diretoria corintiana anunciou que receberia 10 milhões de euros pelo atleta. Em seguida, admitiu que o valor era em dólares. O valor recebido, debitando comissões de quase R$ 10 milhões, ficou em torno de R$ 22,4 milhões (na cotação atual, 5,2 milhões de euros).

 

Por Rodrygo, o Santos embolsará mais que o seu percentual do valor da multa rescisória: 40 milhões de euros (R$ 174 milhões), referentes aos 80% dos direitos econômicos que o clube possui do jogador. A multa rescisória estava avaliada em 50 milhões de euros (R$ 217 milhões).

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS