close
logorovivo2

FELICIDADE: Grêmio celebra goleiros em alta no ano e aprimora jogo com os pés

O Grêmio volta a jogar oficialmente em 18 de julho, contra o Atlético-MG, na Arena

UOL

29 de Junho de 2018 às 09:57

FELICIDADE: Grêmio celebra goleiros em alta no ano e aprimora jogo com os pés

FOTO: (Divulgação)

Marcelo Grohe ficou nove jogos sem sofrer gols, Paulo Victor fez boas defesas quando atuou, e o Grêmio vira o semestre para lá de satisfeito com o desempenho de seus goleiros. A avaliação positiva vem acompanhada de um reforço em fundamento que casa perfeitamente com o modelo de jogo do time treinado por Renato Gaúcho. Tudo para manter o nível após a Copa.

 

A retomada dos treinos em Porto Alegre também é oportunidade para o Grêmio aprimorar aquilo que chama de "trabalho de base e apoio" com os goleiros.

 

O treinamento visa dar mais refinamento técnico ao goleiro para jogar com os pés. Assim, o time pode trabalhar melhor a bola quando precisar do camisa 1. Na Arena já existe a leitura de que todos os jogadores da função evoluíram no fundamento.

 

"Esse trabalho de base e apoio muitas vezes não surge só no treino específico. Nos pequenos jogos que são comandados pelo professor Renato ou pelo professor Alexandre (Mendes, auxiliar técnico) se exercita os fundamentos. O contexto é global. Mesmo que nossa equipe não tenha tanta transição com os goleiros, é possível notar que o Marcelo, por exemplo, está com muita tranquilidade para executar isso. Ele não tinha tanto refino motor", conta Rogério Godoy, preparador de goleiros do Grêmio.

 

Nos treinos específicos, ou seja, só para os goleiros, também existe estímulo voltado para essa parte do jogo. Saber dominar, controlar e passar a bola.

 

"O controle de bola a gente trabalha no dia a dia. A programação é subdividida e isso está lá. A tomada de decisão e velocidade é igual no jogo", diz Godoy.

 

O aprimoramento técnico ocorre justamente no período em que o Grêmio encerra primeiro semestre podendo comemorar muitas coisas: os títulos do Gauchão e da Recopa Sul-Americana, as classificações na Libertadores e Copa do Brasil, a defesa menos vazada do Campeonato Brasileiro. E também o nível de Marcelo Grohe e Paulo Victor - os goleiros mais utilizados até aqui.

 

"O nível que o Marcelo encontrou é de excelência. E isso passa pelo amadurecimento dele. O jogo dele é sempre igual indiferentemente do contexto. Ele joga concentrado. A carga emocional ele absorve bem. O foco diário ajuda no jogo", comenta o preparador da função. "A leitura não é feita simplesmente por uma ou duas atuações. É preciso levar em consideração todo um bloco. Os números dos goleiros falam por si só. Desde 2012, os números são muito positivos. Não é por um jogo que algo muda", completa.

 

Para Grohe, a sequência de títulos é uma grande volta por cima. Criticado duramente por parte da torcida do Grêmio, o goleiro foi protagonista nas conquistas da Copa do Brasil, Libertadores e Recopa Sul-Americana. Em 2018, ele tem 30 jogos e 11 gols sofridos. Ficou 912 minutos sem levar gols e quebrou recorde pessoal, alcançado em 2014.

 

"É a segunda vez que a gente passa por um período assim no clube, sem sofrer gols. É uma alegria, uma satisfação. O Grêmio tem formado boas equipes defensivamente. A gente trabalha com o gol, até o dia a dia. A gente leva inúmeros gols e faz parte do jogo. Do futebol. Acontece. Uma hora vai acontecer, mas quanto mais a gente puder retardar, melhor", resume Godoy.

 

O Grêmio volta a jogar oficialmente em 18 de julho, contra o Atlético-MG, na Arena. Dez dias antes, o Tricolor visita o Corinthians, às 11h (Brasília), em amistoso em Itaquera.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS