close
logorovivo2

NÚMERO 1 DA LISTA: CBF divulga ranking: Palmeiras lidera, e Cruzeiro é o segundo

Verdão e Raposa, campeão brasileiro e da Copa do Brasil, respectivamente, sobem na lista divulgada pela entidade nesta quarta-feira

CBF

5 de Dezembro de 2018 às 14:36

NÚMERO 1 DA LISTA: CBF divulga ranking: Palmeiras lidera, e Cruzeiro é o segundo

FOTO: (Divulgação)

A Diretoria de Competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta quarta-feira o Ranking Nacional de Clubes (RNC) 2019. Campeão brasileiro, o Palmeirasassumiu a liderança, seguido de perto pelo Cruzeiro, campeão da Copa do Brasil.

 

O ranking atribui pontos aos times dependendo de sua classificação nos campeonatos promovidos pela CBF nos últimos cinco anos. A explicação dos critérios você confere mais abaixo, no fim da matéria.

 

Ranking Nacional de Clubes 2019, CBF — Foto: Reprodução

 

Critérios do ranking:

 

O ranking considera a participação do clube em competições realizadas nos últimos cinco anos (ranking dinâmico). Para cada um dos cinco anos do período considerado, do mais recente ao mais distante, são atribuídos pesos, a serem convertidos sobre cada pontuação:

 

  • 1 - Ano vigente (n) Pontos x 5
  • 2 - Ano imediatamente anterior (n-1) Pontos x 4
  • 3 - Ano anterior (n-2) Pontos x 3
  • 4 - Ano anterior (n-3) Pontos x 2
  • 5 - Ano anterior (n-4) Pontos x 1

 

A pontuação máxima de cada Série (A/B/C/D) representa o dobro da pontuação da Série inferior. A pontuação do clube vice-campeão de uma Série é sempre 80% da pontuação do campeão. A pontuação dos terceiros e quartos lugares de uma Série é sempre, respectivamente, 75% e 70% da pontuação do campeão.

 

Da classificação 24 em diante repete-se a pontuação da posição 23. A menor pontuação de uma Série é sempre superior à atribuída ao campeão da Série imediatamente inferior.

 

Considerando que a Copa do Brasil de 2013 a 2016 foi disputada em sete fases, foi atribuído para o referido período 10 pontos para os clubes participantes da Fase Preliminar (Acre x Espírito Santo), que ocorreu entre aos anos de 2013 a 2015.

 

Por consequência, a Fase 1 recebeu a pontuação da Referência 8, para Fase 2 atribui-se a referência 7 e para os clubes da Fase 3, a pontuação da Referência 6.

 

A partir de 2017, quando não há mais Fase Preliminar e a Copa do Brasil passa a ter oito fases, a referência 9 (15 pontos) destina-se aos participantes da Fase 1. Para as demais fase segue a pontuação da Tabela 2.

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS