close
logorovivo2

UAI: Comer queijo pode ajudar a viver mais, garante um novo estudo

Boas notícias para os amantes de laticínios, já que uma nova pesquisa sugere que comer estes alimentos aumenta a longevidade

NOTÍCIAS AO MINUTO

20 de Maio de 2019 às 14:27

UAI: Comer queijo pode ajudar a viver mais, garante um novo estudo

FOTO: (Divulgação)

Há quem não coma queijos com a justificativa da alta caloria ou até mesmo por ser feito com leite de origem animal. Por outro lado, há quem não viva sem algumas fatias deste alimento.

 

No entanto, uma nova pesquisa realizada pela Sociedade Europeia de Cardiologia revelou que a ingestão de alguns  laticínios pode benéfico, uma vez que protege contra mortalidade relacionada com problemas cerebrovasculares (como AVCs).

 

O estudo teve como amostra 24,474 adultos com uma idade média de 47 anos, durante seis anos.

 

No período da pesquisa, se registou um total de 3,520 mortes, incluindo 826 devido a câncer, 709 paradas cardíacas e 228 que tiveram como causa incidentes cerebrovasculares.

 

Surpreendentemente, os investigadores apuraram que o consumo de laticínios foi associado a um menor risco de mortalidade e o consumo de queijo em particular foi conectado a uma taxa de mortalidade 8% menor.

 

Um estudo semelhante, liderado pelo professor Stefan Banach, da Universidade de Medicina de Lodz, na Polônia, confirma os mesmas conclusões.

 

Após terem sido examinados dados de 636,726 participantes durante 15 anos, os cientistas detectaram que um consumo elevado de laticínios contribuía para a diminuição da mortalidade. Os mesmos cientistas concluíram igualmente que o consumo de leite tem o efeito precisamente contrário, prejudicando as chances de uma vida prolongada.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS