close
logorovivo2

O caminhante das madrugadas

POR OSMAR SILVA

23 de Fevereiro de 2018 às 08:18

Vi, numa foto do Bruno, da Secom, Confúcio caminhando na madrugada, numa rua de uma das cidades de Rondônia. Acho que Ouro Preto. Para muitos, talvez a maioria, caminhar cansa. Para ele não. Disse isso recentemente no seu blog, em poesia. Descansa enquanto caminha, escreveu.

 

Cada um faz o seu caminhar ao longo da vida. Tem os que sabem, desde o começo, por inspiração ou intuição, para onde caminham. Onde querem chegar. Plantam, desde cedo, para colher mais tarde. Outros simplesmente caminham se dar conta de que estão construindo ou simplesmente seguindo um trajeto. E colhendo os frutos que encontram no caminho.

 

O governador de Rondônia é daqueles que desde o início estabeleceu o seu roteiro. Definiu onde queria chegar. E não se afastou desse propósito. Foi assim desde menino pobre do meio rural de Goiás. Soldado, sargento, professor, médico e, por fim político. Agora, a personalidade mais reluzente de Rondônia, num meio tão desgastado e desmoralizado.

 

Confúcio continua caminhando, se cansando para descansar. Nas madrugadas, solitariamente na maioria das vezes. Tendo por companhia os seguranças, os cães vadios das ruas. E, seus pensamentos. Fervilhantes de estratégias para alcançar a meta de mais um caminhar. Agora, em direção ao Senado da República. Nesta abstração, quem disse que sente os pés doerem e a caminhada acabar? Só o suor denuncia o esforço.

 

Ele anda com firmeza para uma nova etapa. A missão de agora, está cumprida. E bem cumprida. Lhe disse anos atrás, que seria vitorioso no governo. Que iria para o Senado e voltaria ao governo do estado pelo clamor do partido e do povo. Sorriu: “está profetizando? “

 

Num tempo mais atrás ainda, moramos na mesma casa em Porto Velho. Ele na Sesau, eu no Sebrae e depois na Seijus, no governo Jerônimo. Quando eu levantava para o café da manhã, ele já tinha feito sua caminhada. E ainda tem muito para caminhar.

MAIS COLUNAS

Osmar Silva

Osmar Ferreira da Silva, 70 anos, jornalista, bacharel em direito pela Uniron, vindo da Bahia ha 36 anos, fundador do Jornal O Parceleiro em 1979 em Ariquemes, e Gazeta de Rondônia em 1980 em Ji-Paraná, escritor ficcionista e poeta inédito. Ex-secretário de Justiça, ex-diretor do Sebrae, no governo Jerônimo Santana, ex-presidente do Iteron(Instituto de Terras de Rondônia) no governo Osvaldo Piana, ex-secretário de Administração e ex-secretário de saúde de A

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS