close
logorovivo2

Número crescente de casos de dengue no bairro Nacional aciona “arrastão” da Prefeitura

Número crescente de casos de dengue no bairro Nacional aciona “arrastão” da Prefeitura

DA REDAÇÃO

12 de Janeiro de 2007 às 11:15

Número crescente de casos de dengue no bairro Nacional aciona “arrastão” da Prefeitura

FOTO: (Divulgação)

*Preocupada com o número de pessoas que procuram o Posto de Saúde Ronaldo Aragão, no Nacional, apresentando sintomas da dengue, a direção da unidade decidiu fazer uma “varredura” no bairro. O trabalho, que inclui informações sobre limpeza e eliminação de criadouros, começou na terça-feira (10) e termina nesta sexta-feira. O trabalho está sendo executado por agentes comunitários de saúde, num total de 18 pessoas, e pela equipe do Programa Saúde da Família (PSF), com dois enfermeiros e três médicos. *Só na semana passada, segundo a diretora do Ronaldo Aragão, Maria Aparecida Saraiva, foram atendidas 14 pessoas com suspeita da doença. No primeiro dia de trabalho, a equipe conseguiu visitar cerca de 500 casas. Pessoas da própria comunidade também ajudam na conscientização sobre o problema. *A diretora afirmou que o número de criadouros no bairro é grande. “Além de conscientizar, estamos fazendo também a coleta de lixo”, disse, acrescentando que foram encontradas larvas do mosquito em diversas residências. Para ela, é fundamental que a população se conscientize sobre a necessidade de adotar medidas para que o mosquito seja controlado, do contrário, todos serão prejudicados. *Maria Aparecida disse ainda que as medidas a serem adotadas são simples e não exige muito trabalho para executá-las, “bastando apenas ter boa vontade”. Segundo ela, é preciso evitar todo e qualquer objeto que junte água, pois ele se transformará em criadouro em potencial. “Até mesmo uma simples tampinha de garrafa pode servir de criadouro”, concluiu.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS