close
logorovivo2

Professora de Odontologia da São Lucas apresenta pesquisa em reunião da SBPqO

Professora de Odontologia da São Lucas apresenta pesquisa em reunião da SBPqO A professora Roberta Castro, da disciplina de Saúde Coletiva Odontológica apresentou trabalho sobre os impactos e ações preventivas sobre a saúde bucal de escolares de 1ª a 4ª

DA REDAÇÃO

28 de Setembro de 2007 às 16:18

Professora de Odontologia da São Lucas apresenta pesquisa em reunião da SBPqO

FOTO: (Divulgação)

*Pesquisa na área odontológica elaborada pela professora Roberta Castro, da disciplina Saúde Coletiva Odontológica do Curso de Odontologia da Faculdade São Lucas, foi destaque na 23ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica (SBPqO), realizada no início deste mês de setembro em Atibaia, interior de São Paulo. O trabalho da professora Roberta Castro, realizado em parceria com os professores doutores Luís Marcelo Aranha Camargo e José Roberto de Magalhães Bastos, da Universidade de São Paulo (USP), relatando “Impactos de ações preventivas sobre a saúde bucal de escolares de 1ª a 4ª série em município da região amazônica”, concentrou levantamento de dados na escola estadual Mato Grosso, em Monte Negro, município do interior de Rondônia. *Os dados foram obtidos em atendimento a 241 crianças da escola e, segundo Roberta Castro, os exames clínicos constataram que 83% das crianças apresentaram algum tipo de problema odontológico. “A partir do levantamento foi elaborado um programa preventivo supervisionado que resultou na redução de 66% no índice de placas bacterianas”, salientou a professora. A pesquisa procurou mostrar que é possível trabalhar esse tipo de atendimento, mesmo sem a presença de um profissional cirurgião dentista. *Roberta Castro destacou, além da oportunidade de apresentar pesquisa realizada em Rondônia a uma platéia formada pelos mais importantes cientistas da área odontológica do País, a troca de experiências, através de contatos com profissionais de outros estados. “Num bate-papo informal surgem idéias interessantes. Numa dessas conversas ficou praticamente acertada uma pesquisa interinstitucional da Faculdade São Lucas com a Universidade de São Paulo (USP), campus de Bauru, no interior paulista, na área odontológica”, informou Roberta Castro. A pesquisadora da São Lucas já havia apresentado outros trabalhos em reuniões anteriores da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica, mas esse foi o primeiro na condição de sócia efetiva, o grau de pesquisa mais elevado dentre as categorias de filiação junto à entidade. A pesquisa apresentada por Roberta Castro repercutiu de forma positiva, principalmente por ser viável em populações mais carentes.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS