close
logorovivo2

Polícia Federal inquire jornalistas denunciados pelo SINJOR

Polícia Federal inquire jornalistas denunciados pelo SINJOR

DA REDAÇÃO

23 de Novembro de 2007 às 12:16

Polícia Federal inquire jornalistas denunciados pelo SINJOR

FOTO: (Divulgação)

* A Policia Federal está realizando todos os inquéritos envolvendo possíveis irregularidades em atividades ligadas ao jornalismo no Estado de Rondônia, atendendo denúncias protocoladas pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Rondônia na Delegacia Regional do Trabalho de Porto Velho. * As denúncias têm sido protocoladas desde o início do ano, mas por falta de funcionários em número suficientes na DRT os processos são encaminhados para a Polícia Federal, que intima os denunciados. * Sites, jornais de pequena circulação como os ligados a associações, instituições públicas, igrejas evangélicas ou qualquer tipo de entidade são alvo de denúncias, o que deve gerar por parte da Justiça Federal um trabalho que se for bem realizado na opinião do professor Hamilton Lima, do curso de Comunicação Social da Faro, vai ocupar mais de mil horas da justiça, uma vez que cerca de 600 pessoas atuam regular ou irregularmente em Rondônia em atividades jornalísticas. “Toda instrução inicial envolve pelo menos uma hora. Se o trabalho de fiscalização for realizado com a isenção afirmada pelo presidente do Sindicato dos Jornalistas, Marcos Grutzmacher, em conversa recente, a polícia e a justiça vão perder mais tempo procurando jornalistas do que traficantes,” afirma o professor. * Ao questionar a atuação da fiscalização profissional Marcos afirmou ao professor categoricamente que não houve denúncia seletiva, que o objetivo é pura e simplesmente regulamentar as atividades no mercado rondoniense. * Os processos serão todos encaminhados ao Ministério Público Federal. Quem não conseguir provar que está em situação regular está sujeito a penas que podem alcançar dois anos de prisão, ou por configurar transgressão menor, pagar cestas básicas para instituições de caridade. * Embora a comissão de fiscalização do sindicato esteja toda envolvida a categoria profissional tem dirigido todas as críticas ao presidente do sindicato, Marcos Grutzmacher, que em diversas ocasiões tem afirmado que a intenção é apenas lutar pelo profissionalismo no Estado.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS