close
logorovivo2

Amorim faz alerta de conflito armado em Cujubim e pede envio de forças policiais

A iminência de um conflito armado entre jagunços, pistoleiros e assentados na gleba Galo Velho, no município de Cujubim, foi alertada nesta quarta-feira (28), pelo deputado federal Ernandes Amorim (PTB), ao ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme C

DA REDAÇÃO

28 de Abril de 2010 às 16:19

Amorim faz alerta de conflito armado em Cujubim e pede envio de forças policiais

FOTO: (Divulgação)

A iminência de um conflito armado entre jagunços, pistoleiros e assentados na gleba Galo Velho, no município de Cujubim, foi alertada nesta quarta-feira (28), pelo deputado federal Ernandes Amorim (PTB), ao ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, e ao secretário estadual de Segurança Pública de Rondônia, tenente coronel Evilásio Silva Sena. O alerta foi feito através de ofícios do parlamentar com assentados da gleba, que brigam pela posse da terra, há mais de uma década.
De acordo com Amorim, a região está em estado de alerta, pois as ameaças têm sido feitas rotineiramente, nos últimos dias, por grupos de jagunços e pistoleiros que agem naquela localidade. Preocupa-me a deflagração dos ataques armados que poderão custar muitas vidas de trabalhadores que anunciam a disposição em defender a qualquer custo seu pedaço de terra, onde vivem e trabalham com seus familiares, relata o parlamentar que ouviu dos assentados.
Com o intuito de evitar uma tragédia e assegurar uma ação pacificadora, Amorim pede ao ministro do Desenvolvimento Agrário e ao titular da Segurança Estadual, envio de forças policiais para conter conflitos agrários e o derramamento de sangue. Amorim relata que a gleba Galo Velho foi transformada por jagunços e pistoleiros num verdadeiro barril de pólvora.
Como em nosso estado, lamentavelmente ocorreu em outras épocas, o massacre de Corumbiara, é nosso dever evitar essa tragédia anunciada. Pelo vosso elevado espírito público, sei que as devidas providências serão tomadas para assegurar que esses trabalhadores voltem a trabalhar e viver em paz, apela Amorim para o secretário de Segurança Pública.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS