close

Foragido que matou amasia alegando que ela trocou seu nome na cama

A Policia Civil da cidade de Jaru, ao receber informações que o foragido da justiça deste município, Elizeu dos Santos Pereira, estava vivendo na cidade de Buritis, repassou as informações para a PC daquela cidade, que realizou sua captura.

DA REDAÇÃO

30 de Abril de 2015 às 16:20

Foragido que matou amasia alegando que ela trocou seu nome na cama

FOTO: (Divulgação)

A Policia Civil da cidade de Jaru, ao receber informações que o foragido da justiça deste município, Elizeu dos Santos Pereira, estava vivendo na cidade de Buritis, repassou as

informações para a PC daquela cidade, que realizou sua captura.

Elizeu, nem chegou a cumprir pena por ter tirado a vida de sua amasia Francisca Gomes de Oliveira de 48 anos, mais conhecida como dona Branca em 15/09/2013, na Rua Getúlio Vargas, Jardim dos Estados, em Jaru.

O acusado se aproveitou dos benefícios da lei brasileira e se apresentou após o flagrante na delegacia, prestou depoimento e saiu pela porta da frente e nunca mais foi visto.

Antes de ir embora, Elizeu até deu entrevista confessando o crime, segundo ele matou por amor, “matei ela por que ela trocou meu nome na cama”, disse o assassino confesso que encerrou a entrevista dizendo que não precisava falar mais nada.

Ao ser constatado que Elizeu estaria foragido, o Poder Judiciário expediu seu mandado de prisão, que foi cumprido nesta quarta-feira (29).

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS