close
logorovivo2

Deputado denuncia empresa vinculada a suposto ‘esquemão’ da vigilância eletrônica em Porto Velho

Parlamentar salientou que operação do empreendimento acaba com quase mil postos de trabalho.

DA REDAÇÃO

8 de Fevereiro de 2018 às 13:08

Deputado denuncia empresa vinculada a suposto ‘esquemão’ da vigilância eletrônica em Porto Velho

FOTO: (Divulgação)

O deputado estadual Hermínio Coelho, do PDT, protocolou na última quarta-feira (07) pedidos de investigação, apuração e punição a eventuais responsáveis no suposto “esquemão” da vigilância eletrônica – operado, teoricamente, em Porto Velho.

 

Os documentos foram encaminhados com indícios robustos ao Ministério Público (MP/RO), Ministério Público Federal (MPF/RO), Polícia Federal (PF), Tribunal de Contas de Rondônia (TCE/RO) e também ao Tribunal de Contas da União (TCU).

 

Na quinta-feira (01) da semana passada, o parlamentar já havia aventado, publicamente, a possibilidade de a Prefeitura de Porto Velho, hoje comandada por Dr. Hildon Chaves (PSDB), deixar quase mil vigilantes desempregados ao substituí-los pela vigilância eletrônica.

 

Demissão

 

Após a repercussão do caso, um ex-servidor do alto escalão da gestão Chaves acusado de negociar empregos em troca de apoio político acabou exonerado. Ainda assim, a contratação da empresa IIN Tecnologias Ltda, de Manaus, que irá implantar a vigilância eletrônica na capital, restou efetivada quando da publicação do contrato no dia 18 de janeiro no Diário Oficial do Município de Porto Velho (DOM-PVH).

 

Desemprego em massa

 

Sobre a possibilidade de a Prefeitura de Porto Velho ter contratado uma empresa que irá gerar desemprego de pais de família é algo preocupante para a cidade e mereceu criticas do deputado.

 

“Seria o fim do mundo a Prefeitura de Porto Velho acabar com quase mil postos de trabalho sob pretexto de economizar dinheiro e, logo em seguida, contratar empresa cheia de rolos e esquemas ilegais acabando com o erário e enriquecendo às custas do povo. Não é justo o que estão fazendo com o trabalhador e iremos lutar até o fim para que essas perdas não ocorram”, declarou Hermínio.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS