close
logorovivo2

Confira a resposta Extrajudicial do Sindtaxi sobre agressão sofrida pelo presidente

As ações aconteceram na manhã da última quarta-feira, 09, durante a audiência pública, em frente ao Teatro Banzeiros, no centro da capital.

RONDONIAOVIVO

15 de Maio de 2018 às 16:53

Confira a resposta Extrajudicial do Sindtaxi sobre agressão sofrida pelo presidente

FOTO: (Divulgação)

O presidente do Sindicato dos Taxistas Autônomos do Estado de Rondônia (Sindtaxi) Waldiney Filhão sofreu agressões com várias ovadas causadas por taxistas, que estavam insatisfeitos com a decisão em relação aos táxis compartilhados. As ações aconteceram na manhã da última quarta-feira, 09, durante a audiência pública, em frente ao Teatro Banzeiros, no centro da capital.

 

Saiba mais

 

Veja a resposta Extrajudicial do Sindtaxi 

 

O Sindicato dos Taxistas Autônomos do Estado de Rondônia (Sindtaxi) vem a púbico se manifestar sobre o episódio que culminou com a agressão sofrida pelo presidente da entidade Waldiney Filhão, e perpetrada por um grupo comandado pelo Chiquinho do Sintax, na última quarta-feira, 9 de maio, em frente ao Teatro Banzeiros, em Porto Velho. 

 

- Em momento algum, o presidente Waldiney Filhão provocou o grupo a ponto de sofrer uma agressão tão covarde;

 

- O grupo agressor compareceu à audiência do transporte público já com o intuito de agredir e constranger o companheiro filhão, aproveitando a presença da mídia e de autoridades no local do evento;

 

- A assessoria jurídica do sindicato já juntou todas as matérias publicadas na mídia para representar cível e criminalmente os responsáveis; todos já estão devidamente identificados e serão denunciados à Justiça;

 

- É preciso deixar claro à toda a população que Chiquinho do Sintax está proibido de falar em nome dos taxistas pela Justiça do Trabalho sob pena de ser penalizado ao pagamento de multa de R$ 30 mil e por crime de desobediência à ordem judicial, Ação 0010642-08.2014.5.14.0008;

 

- Mesmo sabendo disso, ele continua iludindo outros colegas taxistas como se ainda tivesse competência jurídica para isso, criando situações que colocam em risco toda a credibilidade da categoria, assim como foi o caso da agressão;

 

- Todos os agressores fazem parte de uma comissão nomeada pela Secretaria Municipal de Trânsito para ajudar na construção de políticas e diretrizes em benefício do transporte público municipal;

 

- Como se vê nenhum tem o perfil para compor a tal comissão da Semtran porque não são afetos ao diálogo e ainda utilizam de métodos rasteiros para impor o que acham que é melhor para o transporte;

 

 - Mais uma vez, o Sindtaxi reitera que não é contra o “Táxi Compartilhado”, mas sim da forma como os companheiros taxistas mais desavisados tem sido utilizado por Chiquinho do Sintax para se promover politicamente;

 

- O Sindicato vem se posicionado publicamente sobre o assunto, sem precisar se utilizar da força. Somos a favor do diálogo e apenas estamos alertando a categoria contra mais uma investida do Chiquinho do Sintax e sua turma;

 

- O Sintax quer aprovar o modelo do "Táxi Compartilhado" com apenas 1/3 adesão dos taxistas, ou seja, criar uma divisão dentro da categoria, limitando o trabalho na praça para o restante dos taxistas e elitizando o serviço; 

 

- O pensamento do Sindtaxi é que o "Táxi Compartilhado" tenha aprovação da maioria;

 

- O Sindtaxi é contra a cobrança abusiva de taxa pela tal Comissão, ressaltando que a Contribuição Sindical já foi extinta pela Reforma Trabalhista e não há uma destinação desse dinheiro para benefício da categoria; 

 

- Chiquinho do Sintax age como desesperado porque sabe que já perdeu o poder de mando sobre o sindicato da categoria, utilizando métodos da época rústicos que denotam todo o seu despreparo para conduzir uma categoria tão importante para o transporte público.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS