close
logorovivo2

REUNIÃO: Seduc recebe proposta para valorização dos profissionais da Educação

Na reunião, foram destacados assuntos como a valorização financeira dos profissionais da educação, transposição, servidores readaptados e etc

SECOM

5 de Fevereiro de 2019 às 11:14

REUNIÃO: Seduc recebe proposta para valorização dos profissionais da Educação

Na reunião foram destacados assuntos como a valorização financeira dos profissionais da educação. FOTO: (Divulgação)

Foi entregue nesta segunda-feira (04), durante reunião realizada no gabinete da Secretaria de Estado da Educação de Rondônia (Seduc), em Porto Velho, a Proposta do Plano de Valorização dos Profissionais da Educação para o triênio 2018/2020, elaborado pela diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Rondônia (Sintero). O secretário da Seduc, professor Suamy Vivecananda Lacerda Abreu, recebeu oficialmente os documentos das mãos da presidente da entidade, professora Lionilda Simão De Souza.

 

Na reunião, foram destacados assuntos como a valorização financeira dos profissionais da educação, transposição, servidores readaptados, gestão democrática e consulta popular, progressão parcial, políticas de governo, entre outros assuntos pertinentes a educação.

 

O Secretário afirmou que, em conversa com o governador do Estado de Rondônia, coronel Marcos Rocha, percebeu o interesse do mesmo em melhorar a vida do servidor público, haja vista já ter percebido distorções nas questões dos percentuais orçamentários entre os poderes e que pretende rever a situação para valorizar o servidor público do Estado de Rondônia.

 

Quanto a gestão democrática, as mudanças ocorridas no quadro de gestores escolares se deram por vários fatores, um desses é a falta de prestação de contas de alguns, o que impossibilita a recondução ao cargo. “Todos devem praticar a transparência na gestão dos recursos, deve ser dado visibilidade, e as ações devem ser discutidas com a comunidade” – disse Suammy, ressaltando apoio a autonomia das escolas.

 

 

IDEB

 

Outra situação abordada pelo secretário com referência à consulta popular é a preocupação com o ano de consolidação dos indicadores que levam ao resultado final do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), que reúne em um só indicador, mas os resultados parte de dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações.

 

 

Reunião aconteceu no gabinete da Seduc em Porto Velho

 

 

Para o secretário Suammy Vivecananda a gestão de alta performance é um fator primordial neste ano, o que não impede que as discussões para a consulta popular na escolha do gestor possam acontecer após a consolidação desses indicadores.

 

Ele aproveitou para enfatizar que não haverá intervenção dos técnicos da Seduc no projeto político pedagógico da escola e que será valorizado os projetos de ensino. “Cada escola deve tecer o seu projeto escolar e os técnicos deverão apenas acompanhar e subsidiar. Vamos ainda reavaliar a questão da progressão parcial” – disse Suammy.

 

 

 

Suammy ainda destacou a possibilidade de oferecer formação para os profissionais que atuam na escola; promoção de melhoria na utilização do trabalho do profissional readaptado; e humanização no atendimento do servidor.  “Estamos preparando um credenciamento junto ao Conselho Estadual de Educação [CEE/RO] para realizar cursos de pós-graduação nas áreas de Linguagens e Matemática com o objetivo de preparar melhor o professor para a prática de sala de aula e principalmente para avaliação” – informou o secretário aos sindicalistas.

 

Quanto a transposição, o secretário disse que o governador Marcos Rocha vai buscar resolver a situação dos profissionais da educação, de forma que a desobstrução ajudará na renovação no quadro de servidores.  Ainda sobre a transposição, Suammy destacou que a Secretaria de Gestão Pública (Segep) continua fazendo a gestão desses processos e a Seduc não intervém.

 

Estiveram, ainda presentes, na reunião o assessor especial do gabinete, professor Abnael Carvalho De Lima, o procurador do Estado, Francisco de Aguiar Neto, e os dirigentes sindicais Manuel Rodriges Da Silva, Francisca Diniz De Melo, Maria De Fatima Rosilia, Antonio Alves Ferreira, Neira Claudia Figueira, Judith dos Santos Pontes, Claudir Mata de Sales, Sandro Luiz Ascuy, Rosenilda de Souza, José Augusto Neto,  e Adercio Dias Sobrinho.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS