close

CUIDANDO DE CANDEIAS: Hildon Chaves ajuda na iluminação pública de cidade vizinha

Emdur emitiu nota explicando que não houve cunho político na ação

RONDONIAOVIVO

14 de Junho de 2019 às 15:33

CUIDANDO DE CANDEIAS: Hildon Chaves ajuda na iluminação pública de cidade vizinha

FOTO: (Divulgação)


Uma denuncia de possível crime eleitoral e utilização indevida de maquinário público vem circulando na internet nos últimos dias. Trata-se de imagens registradas na cidade de Candeias do Jamari, onde uma equipe da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano de Porto Velho(EMDUR) promove um serviço de troca de transformador e instalação de pontos de iluminação. 

 

Considerada por muitas pessoas como uma ação indevida por parte da Prefeitura de Porto Velho, esse “favor” oferecido à cidade vizinha pode ajudar politicamente o prefeito interino, Lucivaldo Fabricio, que concorre a eleição suplementar que acontece no próximo dia 07 de julho e escolherá o novo chefe do executivo de Candeias do Jamari. 

 

Nas imagens que circulam na rede, o prefeito “tampão” de Candeias de Jamari aparece fazendo sinal positivo em cima do caminhão cesto, pertencente à EMDUR. A cidade de Candeias integra a região metropolitana de Porto Velho.

 

O presidente da EMDUR, Thiago Tezzari, falou com a reportagem do Rondoniaovivo sobre o caso e enviou uma nota para esclarecer essa polêmica. De acordo com Tezzari, não houve cunho político, mas essa medida foi realizada “com vistas a auxiliar aquela municipalidade, diante do complexo cenário político e administrativo que experimenta atualmente”. 

 

Confira a nota enviada pela EMDUR:

 

Com relação aos fatos noticiados pela mídia local sobre a EMDUR, sobre a suposta instalação de pontos de iluminação pública no Município de Candeias do Jamary, informamos que a ação foi realizada em virtude de solicitação expressa daquela Prefeitura para a disponibilização de caminhão cesto para acessar um transformador e três pontos de iluminação que aquela municipalidade não conseguia acessar por ausência do equipamento necessário.

 

Esclarecemos que na referida atividade não houve o emprego de materiais desta Empresa Pública, de forma que a ação tem base no princípio da cooperação entre os entes públicos, com vistas a auxiliar aquela municipalidade, diante do complexo cenário político e administrativo que experimenta atualmente.

 

A atividade realizada não teve nenhum cunho político, bem como não podemos nos responsabilizar pelos atos políticos de terceiros que se utilizaram do trabalho de apoio realizado por esta Empresa Pública para fins particulares.

 

Ademais, note-se que o serviço de apoio se limitou ao uso do caminhão cesto em uma área pública, por período não superior a duas horas, em atenção à Função Social desta Empresa, não sendo um serviço destinado à particulares.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS