close

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO: Fecomércio apoia implantação de Ceasa em Rondônia

Para o Vice-presidente da Fecomércio e presidente do Sindicato do Comércio Atacadista de Rondônia (Singaro) a iniciativa vai contribuir para o desenvolvimento econômico do Estado

ASSESSORIA

16 de Julho de 2019 às 14:08

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO: Fecomércio apoia implantação de Ceasa em Rondônia

FOTO: (ASSESSORIA)

A implantação de uma Central de Abastecimento no Estado (Ceasa) foi motivo de reunião na manhã de segunda-feira (15) no Palácio Rio Madeira. A reunião foi intermediada pelo secretário de Estado da Agricultura - Seagri, Evandro Padovani e contou com a presença de representantes do governo estadual, municipal e setor produtivo.

 

Estiveram presentes ainda, o Diretor-Presidente da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), Johnni Hunter Nogueira e do Presidente do Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa/PE), também presidente da Associação Brasileira das Centrais de Abastecimento (Abracen), Gustavo Melo, que apresentaram na oportunidade, o modelo de gestão executado em cada Estado.

 

Para o Vice-presidente da Fecomércio e presidente do Sindicato do Comércio Atacadista de Rondônia (Singaro) a iniciativa vai contribuir para o desenvolvimento econômico, gerando emprego e renda, além de estimular ainda mais a produção. “Já era hora de termos um Ceasa em nosso Estado. Parabenizamos o Governador Marcos Rocha que trouxe representantes do Ceasa de Pernambuco e de São Paulo - a maior central de abastecimento da américa latina. A participação desses gestores foi muito importante para termos visão desses cases de sucesso e para sabermos como podemos fazer para que dê certo também em Rondônia. Se bem implantado, a Ceasa vai abrir ainda mais o mercado com os Estados do Amazonas, Acre e países vizinhos, como Peru e Bolívia. Precisamos sobretudo que seja feito de forma sustentável e que atraia tanto o produtor, como os consumidores”, afirmou.

 

Gasparelo destacou ainda que tem que se levar em conta o local de construção da Ceasa. “Temos uma terra rica e que produz alimentos em abundância, porém, precisamos de dados específicos da região de maior produção em nosso Estado, só assim saberemos se realmente pode ser construído na capital ou em outro município”, enfatizou.

 

A área destinada para a construção da Ceasa, está localizada há 17 quilômetros da capital, na BR-364, sentido Cuiabá, próximo ao Anel Viário, em frente ao Distrito Industrial.  O projeto segue em fase de definição de equipe de trabalho, estudo de mercado e licitação até sua efetiva implantação. De acordo com o projeto apresentado pela Seagri, o espaço contará com: sede administrativa, estacionamento para cargas e visitantes, Box ou pedras para exposição de produtos, banco de alimentos, fábrica de gelo, restaurante, lanchonete, lotérica, correios, caixas eletrônicos e farmácia.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS