close

CARROSSEL - Principal assessor de Hildon Chaves chega na SEMED, PF ainda no local

Responderão pelos crimes de organização criminosa, fraude à licitação, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

RONDONIAOVIVO

4 de Setembro de 2019 às 09:18

CARROSSEL - Principal assessor de Hildon Chaves chega na SEMED, PF ainda no local

FOTO: (Carlos Caldeira)

O secretario geral da prefeitura de Porto Velho, advogado Devanildo Santana está neste momento na SEMED - Secretaria Municipal de Educação buscando mais informaçãoes da operação Carrossel da Policia Federal.


Santana é o principal assessor do prefeito da capital, ex-promotor Hildon Chaves (PSDB) e após deixar predio, deve se reunir com seu chefe para passar as informações sobre a ação da Policia Federal.


No dia de hoje, estão sendo cumpridos, nos estados de Rondônia, Acre e Amazonas, 36 mandados judiciais, sendo 05 de prisão temporária, 17 de busca e apreensão e 14 de sequestro e indisponibilidade de bens, todos expedidos pela Justiça Federal em Porto Velho/RO.

 

VEJA MAIS

 

CARROSSEL: PF deflagra operação para combater desvio de recursos públicos na Semed

 

CARROSSEL: Operação na Prefeitura de Porto Velho tem 5 mandados de prisão

 

CARROSSEL: Hildon Chaves ainda não se manifestou sobre operação da Polícia Federal


MODUS OPERANDI


Na licitação emergencial, dois grupos econômicos fraudaram a licitação e promoveram a divisão dos lotes do transporte terrestre mediante conluio, participação de “empresas de fachada” e sobrepreço das propostas vencedoras.


Nos seis meses de contrato, os serviços foram prestados de forma precária, paralisados em diversas oportunidades e os alunos foram colocados em risco pelas condições dos ônibus. Diante da situação calamitosa, a Prefeitura prorrogou o contrato emergencial e uma das empresas investigadas passou a prestar a totalidade dos serviços de transporte terrestre, e receber os mesmos valores com sobrepreço, aumentando o prejuízo aos cofres públicos.

 

VEJA MAIS

 

TRANSPORTE ESCOLAR: Pais registram ocorrência na delegacia após nova paralisação do serviço

 

CRISE NA EDUCAÇÃOEstudantes de 12 comunidades estão sem transporte escolar em PVH

 

TRANSPORTE ESCOLAR: Prefeitura não cumpre promessa e moradores voltam a fechar a BR-319


Os presos, após serem ouvidos na Superintendência De Polícia Federal em Rondônia, serão encaminhados para presídios estaduais e responderão, perante a Justiça Federal, pelos crimes de organização criminosa, fraude à licitação, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.


A Policia Federal irá realizar uma coletiva de imprensa ás 11hs e o Rondoniaovivo vai transmitir ao vivo.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS