close

MISTÉRIO: Prefeito “peladão” em hotel de Brasília completa seis meses

O fato aconteceu entre os dias 01 e 02 de abril

RONDONIAOVIVO

1 de Outubro de 2019 às 10:48

O caso do “prefeito peladão”, uma vexatória cena que despertou a atenção de todo o país e colocou mais uma vez o nome de Rondônia nas manchetes nacionais em uma pauta negativa completa seis meses nesta terça-feira (1).

 

A reportagem inicialmente divulgada pelo jornal Metrópoles apontava a farra que prefeitos de todos os cantos do Brasil faziam em hotéis da Asa Sul de Brasília, conhecidos por favorecer a prostituição de luxo e o tráfico de entorpecentes.

 

Imagens das câmeras de segurança de um desses hotéis registrou o momento em um que um prefeito do Paraná recebe um “agrado” oral de uma dessas acompanhantes dentro do elevador.

 

Pouco tempo depois, no mesmo elevador, um prefeito de uma cidade de Rondônia foi gravado atordoado e nu, logo em seguida andou pelos corredores do prédio e foi parar no saguão da recepção, sendo interpelado por seguranças, que apenas não o expulsaram do local pela sua patente política e por ter alegado que havia misturado bebida alcóolica com remédio controlado.

 

 

RELEMBRE: PELADÃO: Prefeito de cidade em RO é flagrado andando nu em hotel de Brasília

 

 

 

 

 

O fato aconteceu entre os dias 01 e 02 de abril, exatamente uma semana antes da marcha dos prefeitos. Em contato com o jornalista responsável pela elaboração da matéria publicada no jornal brasiliense, o nome do prefeito “peladão” só não foi divulgado por ameaça de processo.

 

Resta esperar que o prefeito se manifeste, já que enquanto o mistério continua. Em rápido calculo, dos 52 municípios rondonienses, seis possuem mulheres no comando. Também temos um prefeito recém-eleito, então sobram 45 (Quarenta e cinco) suspeitos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS