close

DESMATAMENTO: Raniery afirma que REDD+ gera oportunidades para a Amazônia

O evento teve como objetivo discutir projetos e ações relacionados à redução de emissores decorrentes do desmatamento e degradação florestal

ASSESSORIA FECOMÉRCIO

25 de Outubro de 2019 às 09:31

DESMATAMENTO: Raniery afirma que REDD+ gera oportunidades para a Amazônia

FOTO: (ASSESSORIA)

O presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac e vice-presidente da CNC, Raniery Araujo Coelho, participou na manhã de ontem (23), do Seminário REDD+ Oportunidades para Rondônia e Amazônia, realizado pelo Governo do Estado no auditório do Senac Esplanada. 

 

O evento teve como objetivo discutir projetos e ações relacionados à redução de emissores decorrentes do desmatamento e degradação florestal. A proposta de desenvolvimento de um Sistema Estadual de REDD+ para Rondônia – vinculado ao cumprimento da Política de Governança Climática e Serviços Ambientais de Rondônia (Lei n. 4437/2018), a PGSA – foi desenvolvida para avaliar e estimar o potencial de geração de reduções de emissões no estado de Rondônia, a partir do mecanismo existente de REDD+ (Redução de Emissões do Desmatamento e Degradação Florestal associado a investimentos em manejo florestal sustentável e outras formas de produção compatíveis com a manutenção e ampliação da cobertura florestal do estado) e, consequentemente, acessar recursos financeiros.

 

Resumidamente, com uso do REDD+ busca-se uma compensação financeira por resultados obtidos com a redução do desmatamento. Em seu discurso o presidente Raniery, que teve sua defesa do meio ambiente reconhecida pelo secretário da pasta, destacou que deve ser objetivo de todos compatibilizar a economia e o meio ambiente. “Parabenizo o secretário, Elias Rezende, pelo dinamismo na execução dos trabalhos que vêm sendo desenvolvidos na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), como este evento em prol da Amazônia. Ressalto que a união pela Amazônia faz toda a diferença, assim aqui estão as federações do comércio, indústria e agricultura da Amazônia legal, juntos, para podermos modificar a economia, minimizar o impacto sobre o clima e influenciar o desenvolvimento sustentável, cuidando e preservando o meio ambiente, para que tenhamos um futuro melhor”, afirmou.  

 

Estiveram presentes no evento, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia, Marcelo Thomé; o diretor de Políticas e Relações Institucionais da BVRio, Beto Mesquita; a secretária de Meio Ambiente do Mato Grosso e presidente do Fórum de Secretários de Meio Ambiente da Amazônia Legal, Mauren Lazzaretti; o presidente do Conselho Administrativo do Senar e presidente da Faperon, Hélio Dias; e o engenheiro florestal, Edgar Menezes. 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS