close
logorovivo2

Pastor atropelado na BR-364, em Vilhena, não resiste e morre no HEURO

José Valentim conciliava venda de salgados com atuação religiosa

FOLHA DO SUL ONLINE

3 de Janeiro de 2018 às 09:47

Pastor atropelado na BR-364, em Vilhena, não resiste e morre no HEURO

FOTO: (Divulgação)

Faleceu na tarde de terça-feira (02), no hospital Heuro, em Cacoal, o pastor evangélico José Ferreira Valentim Júnior. Ele tinha 60 anos e havia sido transferido para a unidade após ser atropelado na BR-364, em Vilhena. 

 

O acidente aconteceu na manhã de sábado (30), quando Valentin, conhecido pela venda de salgados na cidade, tentava atravessar a rodovia federal em sua bicicleta cargueira. “Meu pai saiu de madrugada para vender os salgados, como sempre fazia”, disse um dos filhos, esclarecendo que o autor do atropelamento, um motorista que seguia em direção à saída da cidade, sentido Cuiabá/MT, prestou toda a assistência após o acidente.

 

Segundo o filho de José entrevistado pelo site, na queda após ser atingido, ele sofreu traumatismo craniano. Transferido para Cacoal no mesmo dia, sofreu uma parada cardíaca ontem, mas os médicos conseguiram estabilizar seu quadro. Hoje, no entanto, ele não resistiu à nova parada.

 

O religioso, que conciliava o comércio ambulante com a atuação na igreja Assembléia de Deus Ministério de Anápolis, será velado no templo da denominação em Pimenta Bueno, onde residem seus irmãos. Ele morava em Vilhena havia 17 anos.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS