close
logorovivo2

OPERAÇÃO CONJUNTA: Operação fecha rinha de galo e combate maus tratos em Guajará-Mirim

33 pessoas foram detidas e 11 mil reais apreendidos.

CONEXAORONDONIA

11 de Junho de 2018 às 14:12

OPERAÇÃO CONJUNTA: Operação fecha rinha de galo e combate maus tratos em Guajará-Mirim

FOTO: (Divulgação)

Na tarde deste ultimo sábado (09) em uma chácara no ramal do Chiquinho, área da Comara, uma Operação da Polícia Militar Ambiental e Policia Civil de Guajará-Mirim, com apoio da Policia Militar do 6º BPM/FRON e Policia Ambiental de Candeias e Jaci Paraná desmantelou uma organização que promovia rinha de galos, configurando também maus tratos a animais.

 

 

Que no ato da abordagem muitas pessoas correram para dentro do mato e 33 pessoas foram detidas pelos Policiais e conduzidas para a Delegacia de Policia Civil, como também o valor de R$ 11.000,00 (Onze Mil Reais) e vários depósitos bancários, no local tinha aproximadamente 30 veículos,  e havia uma rinha de galo  montada com 51 (cinquenta  um)  galos sendo alguns espalhados pelo terreiro muito machucados e com esporas de ferro e biqueiras e outros presos à gaiolas, configurando maus tratos. No local as pessoas afirmaram estar apostando.

 

 

Que as pessoas foram  multadas e enquadradas no artigo 2º da lei federal 9.605/98 por concorrerem de alguma forma para este crime, multas que podem varias de R$ 500,00 a R$ 3.000,00 na Chácara foram apreendidos e apresentados na delegacia de polícia os seguintes objetos: 01 (uma) balança de precisão  com capacidade de 30 kg de cor branca; 01 (uma) balança com capacidade para 40kg de cor verde; 01 (uma) balança manual sem marca de cor prata; 01 (um) ringue de ferro com lona azul; Vários recipientes de remédios, seringas e outros produtos para tratamento dos animais machucados.

 

 

A reportagem do Portal Guajará, apurou que a Pericia Técnica da Politec compareceu no local e as 33 pessoas foram conduzidas para a Delegacia de Policia Civil onde foram processadas criminalmente por maus tratos a animais em termo circunstanciado e terão que se apresentar ao Juiz Criminal da Comarca e ainda foram aplicadas multas individuais, conforme o decreto federal as multas podem varias de R$ 500,00 a R$ 3.000,00.

 

 

Os 51 galos foram conduzidos para a Delegacia de Policia Civil, onde alguns foram doados a instituições do município e outros seus proprietários ficarão como depositário fiel. Conforme apurado pela reportagem um dos galos usados em apostas neste local pode chegar ao valor em torno de R$ 7.000,00, que conforme as informações o galo valioso pertence a um fazendeiro e foi trocado por um garrote.

FOTO - RINHA DE GALO DESMONTADA COM BALANÇA.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS