close
logorovivo2

EM RONDÔNIA: Clínica de usuários também oferece tratamento para “viciados” em sexo e WhatsApp

A Comunidade Reviver se mantém de doações voluntárias

FOLHA DO SUL ONLINE

24 de Setembro de 2018 às 09:20

EM RONDÔNIA: Clínica de usuários também oferece tratamento para “viciados” em sexo e WhatsApp

FOTO: (Divulgação)

A Comunidade Reviver, inaugurada em Cerejeiras em dezembro de 2017, continua em atividade, recuperando os dependentes químicos internados na entidade. Fundada e administrada por voluntários, a clínica atende atualmente 13 internos, todos dependentes químicos.



Localizada na área rural do município, a cerca de dois quilômetros de Cerejeiras, a Clínica Reviver foi instalada num terreno cedido pelo poder público municipal e construída com verbas de emendas parlamentares.


“VÍCIOS CIBERNÉTICOS”


Atualmente, a clínica também oferece tratamento para outros tipos de dependência, seja química, psicológica ou emocional. Uma das dependências tratadas pela instituição é a tecnológica, como os “vícios” (na linguagem popular) em aplicativos como Facebook e WhatsApp.



Um dos diretores da Clínica Reviver, o sargento da Polícia Militar Meuquizedeques do Carmo, conhecido como Melky, explica os diversos tipos de tratamento oferecido pela entidade. “Trabalhamos qualquer tipo de dependência: sexual, mentira, dependências cibernéticas, enfim... o método que usamos é afastar o dependente do ambiente em que ele consome ou usa esses vícios, e fazemos orações e estudos na área de dependência do interno. Temos também atendimento espiritual, com dois pastores atendendo na comunidade. O tratamento dura, geralmente, seis meses”, disse o voluntário.



DOAÇÕES


A Comunidade Reviver se mantém de doações voluntárias da população. Então, segundo afirmam os diretores da instituição, quem quiser ajudar a ajuda será muito bem-vinda e é só procurar os voluntários da clínica.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS