close
logorovivo2

WHATSAPP: Homem que matou colega de trabalho após ser chamado de “safado” é indiciado

Vítima foi executada a tiros quando jogava sinuca num bar do bairro Embratel

FOLHADOSULONLINE

15 de Outubro de 2018 às 14:25

WHATSAPP: Homem que matou colega de trabalho após ser chamado de “safado” é indiciado

FOTO: (Divulgação)

O inquérito que apura um homicídio registrado em 2016, em Vilhena, foi concluído na semana passada pela Delegacia de Homicídios da cidade. Segundo contou, em coletiva de imprensa, nesta segunda-feira, 15, o delegado Núbio Lopes de Oliveira, trata-se da morte de Elton Flávio de Matos Freitas, conhecido como “Pequeno”, que na época tinha 36 anos. O fato ocorreu no interior de um bar, na rua Dutra, bairro Embratel. 



Os desentendimentos que resultaram na morte de Elton começaram quando ele foi trabalhar em uma fazenda, meses antes do crime, e lá conheceu Igor Castro Siqueira, com quem estabeleceu uma amizade. Certo dia, houve uma discussão entre eles por causa de 70 reais, dinheiro este que Elton deixou claro para sua mãe que não era para pagar a Igor.



De acordo com o delegado, havia um grupo de WhataApp na cidade onde estavam várias pessoas envolvidas com atos ilícitos. Cerca de dois meses antes do crime, houve uma discussão entre Elton e Igor, quando o primeiro chamou o segundo de “safado”, dizendo que ele não honrava seus compromissos, dando o calote na compra de drogas. “A gente descobriu que quando você desmoraliza alguém, chamando-o de ‘safado’, para o meio criminoso, é uma ofensa”, contou o delegado Núbio. Logo após a discussão, Igor saiu do grupo.



No dia 5 de setembro de 2016, quando Elton jogava bilhar em um bar que fica no bairro Embratel, um rapaz chegou de bicicleta e disparou três vezes contra a vítima, sem possibilitar sua defesa. Após o crime, o então suspeito empreendeu fuga.  



Durante as investigações, apurou-se que Igor andava de bicicleta. Porém, a função dele na fazenda era passar veneno nos tomates, e, para isso era necessário o uso de uma máscara. O fato curioso é que a pessoa que assassinou Elton estava de moletom, cabeça coberta e óculos escuros, mas o diferencial era a máscara que ele fazia uso na hora do crime. Esse detalhe chamou a atenção nas investigações. 



Após reunir todos os elementos e informações, não houve dúvidas de que Igor era realmente o autor do homicídio. Ele, que é conhecido como “De Menor”, foi indiciado, mas já tem um mandado de prisão em seu nome. Igor, que na época do crime tinha 21 anos, está foragido. O crime ficou registrado como homicídio qualificado.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS