close
logorovivo2

RECICLAGEM: Campanha da MFM estimula separação correta do lixo

Ações educativas da campanha ‘Consumo consciente’ da MFM falam sobre o benefício da separação caseira de recicláveis

ASSESSORIA

18 de Outubro de 2018 às 08:33

RECICLAGEM: Campanha da MFM estimula separação correta do lixo

Ecomam, 'O super-herói amigo do meio ambiente', em dias de muito trabalho: população recebe informações sobre a separação correta do lixo FOTO: (Assessoria)

A MFM Soluções Ambientais e as cooperativas de catadores de materiais recicláveis em Ji-Paraná e Cacoal participaram da ‘Campanha Consumo Consciente’. As ações educativas foram realizadas praticamente de modo simultâneo nas duas cidades. A campanha também falou sobre a seleção de recicláveis. E a população sabe da importância do assunto.

 

A estudante de Arquitetura Lilian Oliveira, moradora de Ji-Paraná, afirmou que a atitude do consumo consciente, seja de alimentos, produtos e recursos naturais é tendência mundial. E que a separação do lixo reciclável é um cuidado necessário: “Se a gente fizer a coisa certa, ajudamos a todos, o meio ambiente, os catadores e a sociedade”.

 

E ajuda mesmo, segundo Celso Moulaz, presidente da Coocamarji (Cooperativa dos Catadores de Materiais Recicláveis de Ji-Paraná). Para ele, a separação correta do lixo em casa é o começo de todo o processo. “Adianta muito o nosso trabalho na triagem, com menor desperdício do material, que chega com menos contaminações ao galpão”, ressalta.

 

Em Cacoal, o vendedor José Carlos acredita que a campanha educativa desperta as pessoas para a seleção doméstica, em especial: “Nós não usamos fazer a separação dos materiais recicláveis, claro, porque também faltava estímulo”.

 

O presidente da Coopercatar (Cooperativa de Catadores de Recicláveis em Cacoal), Marcos Rodrigues, destaca que a separação correta do lixo garante mais trabalho e renda para os catadores, e a dona de casa é fundamental nesse processo. “Precisamos do apoio principalmente da dona de casa, pois quando o reciclável vai misturado para a triagem, corremos o risco de contaminações e ferimentos causados por materiais cortantes, como vidros quebrados”, observa.

 

A MFM Soluções Ambientais desenvolve parcerias com a Coocamarji e a Coopercatar para a seleção de recicláveis nas centrais de triagem dos aterros sanitários regionais da empresa na região Centro de Rondônia, em Cacoal (já inaugurado) e Ji-Paraná (em construção).

 

E Vilhena, ao Sul do Estado, a MFM também tem parceria com a Recicoop-Sul (Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis).

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS