close
logorovivo2

RISCO: Rio Madeira pode ultrapassar os 17 metros e Guajará-Mirim está em Estado de Alerta

A previsão é de que o rio atinge o máximo no mês de abril

PORTAL GUAJARÁ

2 de Fevereiro de 2019 às 11:09

RISCO: Rio Madeira pode ultrapassar os 17 metros e Guajará-Mirim está em Estado de Alerta

FOTO: (Divulgação)

O Rio Madeira deve receber uma nova onda de cheia nos próximos três meses e pode atingir a cota de 17,53 metros até o mês de março, segundo o prognóstico apresentado pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), durante a Oficina de Trabalho do Pré-Cheia 2019, na última quinta-feira (31) em Porto Velho.

 

Segundo a gerente substituta do Sipam, Ana Cristina Estrava, o objetivo do encontro foi informar o boletim hidrológico com previsão de longo prazo para a bacia do Madeira, registrado no posto fluviométrico da Capital. Ela explicou que no boletim a cota máxima a ser atingida neste ano é de 17 metros e 53 centímetros, que poderá ocorrer na segunda metade do mês de março.

 

Para o major Sanches que esteve representando a Defesa Civil do Estado, as informações repassadas durante o encontro são importantes para que os órgãos envolvidos possam tomar medidas antes que o fato acorra, podendo se planejar com antecedência.

 

Em Guajará-Mirim na última quinta-feira (31), o rio mediu 10,30m (dez metros e trinta centímetros) ultrapassando a cota normal. O coordenador municipal da COMDEC (Comissão Municipal de Defesa Civil), Marcelo Rodrigues, em função disso, esteve apresentando os dados ao Prefeito Cícero Noronha e recomendou a emissão de um decreto de alerta. E após apresentado os dados o Prefeito decretou em Estado de Alerta o município de Guajará-Mirim/Ro.

 

Já nesta sexta-feira (01) de Fevereiro, o Rio Madeira em Guajará-Mirim subiu novamente para 10,33 (Dez metros e Trita e Três Centímetros) As medições são feitas diariamente por uma equipe da Defesa Civil local.

 

Diante disso, uma equipe da Defesa Civil de Guajará-Mirim está reunida em Porto Velho (RO) com o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) para um treinamento e qualificação com objetivo de atuar em situações de emergência no município.

 

Anualmente, com o período de chuvas na região amazônica – dezembro a abril -, o nível do Rio Madeira aumenta. O rio atinge o máximo em abril.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS