close
logorovivo2

URBANO NORTE: Direção do app explica descredenciamento de motoristas

Os 20 motoristas que foram descredenciados pela empresa procuraram Polícia Civil para registrar ocorrência

ROTA POLICIAL NEWS

30 de Maio de 2019 às 14:15

URBANO NORTE: Direção do app explica descredenciamento de motoristas

FOTO: (Divulgação)

Após 20 motoristas do aplicativo Urbano Norte procurarem a Unidade Integrada de Segrança Pública (UNISP) na noite de terça-feira, 28 de Maio, para informarem o desligamento sem aviso prévio por parte da empresa e o fato ser amplamente divulgado em jornais do Cone Sul, os responsáveis pelo aplicativo URBANO NORTE realizaram coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 29, para explicar motivações.

 

VEJA MAIS

 

 

A reportagem conversou com o sócio administrador Davidson Walace e o sócio acionista Fernando Amaral, os quais convocaram coletiva de imprensa para esclarecer os fatos e dar detalhes dos novos rumos da empresa.

 

Esclarecimento da Urbano Norte:

 

Davidson informou que o aplicativo de transportes Urbano Norte sofreu um declínio de cerca de 20% no número de passageiros, uma vez que o mercado em si, está em resessão. Diante disto, na terça-feira, os administradores da empresa realizaram uma reunião, como em qualquer empresa privada, onde tiveram de adotar novas políticas para fazer frente à queda no número de usuários.

 

Além disso, diante do quadro atual e com a queda no número de passageiros, tornou-se inviável no momento, manter o número de veículos que estavam disponíveis, havendo a necessidade de bloquear alguns, encerrando os trabalhos com os motoristas. Dos 87 veículos que estavam credenciados no aplicativo, permanecem agora, 67; os quais atendem a demanda local.

 

Outro fator que levou ao corte de 20 motoristas, levado em conta na hora de decidir quem iria ou não permanecer na equipe, foram as questões de vestuário adequado, corridas realizadas fora do aplicativo de forma irregular, que colocam em risco a vida dos passageiros. Questão essa, que segundo Walace deve-se ao fato de alguns motoristas utilizarem os números de WhatsApp pessoal para atender clientes fora do aplicativo, mas usando indevidamente o nome da empresa, tendo em vista que os carros são adesivados com a logomarca Urbano Norte. Além disso, reclamações feitas por usuários levaram ao desligamento de alguns destes motoristas.

 

“Posso destacar como principal fator para o desligamento a queda do número de passageiros nos meses de abril e maio, porém, o descumprimento das regras da empresa também foi fundamental para descredenciar alguns deles”, declara Davidson.

 

Questionado quanto a afirmação dos motoristas sobre o vencimento da última mensalidade, que declarada em ocorrência seria o dia 31 de Maio; Walace afirmou que a mensalidade tem vigência do dia 25 ao 30 de cada mês e que neste período, tanto a empresa, quanto os motoristas podem desligar-se do aplicativo.

 

“Assim como o motorista, ele não é obrigado mensalmente a manter-se ativo na Urbano, a empresa por sua vez, que é privada, ela não é obrigada a renovar a prestação de serviço. A empresa faz a parceria, mas quando há a necessidade de cortes, ela faz, como qualquer empresa privada”, concluiu Walace.

 

Ainda conforme os empresários, no futuro, com o aumento de usuários, estes mesmos motoristas, que por hora foram desligados do aplicativo serão chamados para prestar novamente serviços a empresa.

 

Novos rumos

 

A empresa Urbano Norte hoje está presente em 60 cidades do país, segundo, Walace. Com isso, a empresa toma novos rumos, pensando sempre em atender da melhor forma possível seus clientes. “Nos preocupamos com a qualidade e não com a quantidade”, afirmou.

 

Reuniões são realizadas periodicamente, onde são pautados os assuntos de melhorias para empresa e a prestação do serviço, bem como, são debatidos as reclamações de usuários, para que problemas sejam solucionados.

 

“Nossos motoristas estão com veículos novos, com menos de oito anos de uso, a maioria, menos de 05 anos, todos com ar condicionado, limpos e qualidade no atendimento aos clientes,” disse.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS