close
logorovivo2

Líderes de torcidas organizadas do Rio são presos em operação

Para MP, clubes estariam financiando torcidas organizadas banidas de estádios

DA REDAÇÃO

1 de Dezembro de 2017 às 10:11

Líderes de torcidas organizadas do Rio são presos em operação

FOTO: (Divulgação)

Policiais da DRCI (Delegacia de Repressão a Crimes de Informática), em parceria com o MPRJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) e o JETGE (Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos), prenderam, na manhã desta sexta-feira (1), Manuel de Oliveira Menezes, presidente da torcida Young Flu; Luiz Carlos Torres Júnios, vice-presidente da Young Flu; e Ricardo Alexandre Alves, o Pará, presidente da Força Flu. Segundo o MP, foi identificada uma relação entre dirigentes de clubes de futebol e torcidas organizadas.
 
De acordo com o inquérito, os clubes fornecem ingressos às organizadas que são, posteriormente, desviados para a prática do cambismo. Ainda segundo o órgão, outra ilegalidade cometida pelos clubes é o financiamente de torcidas organizadas penalizadas e afastadas dos estádios. Para o MP, a conduta dos times incita ainda mais a violência no futebol.
 
Além das prisões, Felipe Ferraz de Souza, conhecido como Fil, presidente interino da Fúria Jovem do Botafogo, e Alesson Galvão de Souza, presidente da Raça Fla, foram conduzidos para prestarem depoimento na Cidade da Polícia, no Jacaré, zona norte do Rio.
 
A Operação Limpidus visa cumprir quatro mandados de prisão temporária, 13 de busca e apreensão e oito de condução coercitiva. Agentes realizam buscas nos estádios Nilton Santos, Laranjeiras e São Januário.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS