close
logorovivo2

DESCONTROLADO: Advogado agride juiz dentro do Fórum depois de "tomar dores" da filha

Segundo uma testemunha que presenciou a agressão, o juiz não determinou a prisão de uma terceira pessoa que teria discutido com a filha de Homero na terça (26)

RD NEWS

27 de Setembro de 2018 às 09:44

DESCONTROLADO: Advogado agride juiz dentro do Fórum depois de "tomar dores" da filha

FOTO: (Divulgação)

Identificado advogado que invadiu o gabinete e desferiu vários socos no juiz Jorge Hassib Ibrahim, de Paranatinga (a 411 km de Cuiabá). Trata-se de Homero Amilcar Nedel, 59 anos. Ele teria ido tirar satisfação com o magistrado após uma audiência em que a filha do suspeito, também advogada, teria participado.  

 

Segundo uma testemunha que presenciou a agressão, o juiz não determinou a prisão de uma terceira pessoa que teria discutido com a filha de Homero na terça (26). “Durante essa audiência houve uma discussão, entre a filha do advogado e um homem, não sei quem é. O magistrado interviu para manter a ordem. Mas ela se sentiu ofendida, pois queria a prisão dessa pessoa. E ma quarta o advogado foi questionar o magistrado”, contou.

 

De acordo com o boletim de ocorrência, o juiz estava na sala dele quando Homero invadiu o local gritando e perguntando sobre a audiência da filha. Questionando os procedimentos realizados na audiência e de repente partiu para a agressão. O suspeito desferiu vários socos no magistrado acertando o olho direito e a nuca.

 

Quem conseguiu conter o advogado foi um assistente de gabinete que estava próximo. Quando a Polícia Militar chegou o Homero estava bastante alterado e foi necessário o uso de algemas. O juiz foi encaminhado para exame de corpo e delito no IML. Já o advogado foi preso e encaminhado para a delegacia da Polícia Civil.

 

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rui Ramos, conforme a assessoria está se preparando para  ir até a cidade nesta quinta (27) e acompanhar a situação. Já a OAB-MT, por meio de nota, lamentou o episódio onde um de seus inscritos agrediu fisicamente um magistrado.

 

Frisou que não tolera ou compactua com o uso de violência em quaisquer de suas formas, razão pela qual, respeitado e garantido e devido processo legal, não se furtará de cumprir e fazer cumprir seu papel correcional.  

 

De igual modo, a instituição registra que velará pelo respeito às prerrogativas legais dos envolvidos, solidarizando-se com a magistratura mato-grossense, bem ainda com todos aqueles que se indignam com atitudes desta natureza.  O caso será investigado pela Polícia Civil.

 

Quem é o agressor

 

Homero foi vice-presidente da Subseção da OAB/MT de Paranatinga em 2011 e se envolveu em uma confusão com a PM no dia 9 de maio daquele ano. Segundo nota da subseção divulgada em 2011, o então vice-presidente, Homero Amilcar Nedel, foi vítima de abuso de autoridade e teve suas prerrogativas profissionais desrespeitadas em face da prisão em flagrante pelo delegado de Polícia da cidade. O advogado foi acusado de ter, supostamente, dado guarida a fuga de preso, resistido à prisão e desacatado a autoridade policial, que alegou não estar o advogado em seu exercício profissional. A nota pode ser acessada aqui

 

A reportagem ligou para o celular do suspeito para ouvir a versão dele, mas estava desligado.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS