close
logorovivo2

RESULTADO: 8ª Semana da Execução Trabalhista movimenta mais de R$ 17,3 milhões

O resultado desta edição superou quase o dobro o de 2017

SECOM TRT14

28 de Setembro de 2018 às 16:58

RESULTADO: 8ª Semana da Execução Trabalhista movimenta mais de R$ 17,3 milhões

FOTO: (Secom TRT14)

A Justiça do Trabalho de Rondônia e Acre movimentou mais de R$ 17,3 milhões na 8ª Semana Nacional da Execução Trabalhista, realizada de 17 a 21 de setembro de 2018. Os números divulgados pelo Núcleo de Estatística, e-Gestão e Apoio ao PJe do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT-RO/AC) colocaram o Regional na primeira posição no ranking dos TRTs que mais arrecadaram, na categoria dos Tribunais de pequeno porte.

 

Coordenada pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), a Semana Nacional da Execução Trabalhista contou com a participação de todos os 24 Tribunais Regionais do Trabalho em um esforço concentrado para diminuir a fila dos processos em fase de execução, ou seja, aqueles com dívidas já reconhecidas em juízo para pagamento pelos empregadores.

 

Além disso, o resultado desta edição superou quase o dobro o de 2017, quando foram conciliados pouco mais de R$ 9 milhões. O balanço revela ainda que foram realizadas 991 audiências das 1.061 designadas, homologados 488 acordos e 2.984 partes atendidas. Os dados mostram que 123 juízes e 250 servidores participaram do mutirão nas 32 Varas do Trabalho de Rondônia e Acre e nos dois Centros Judiciários de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (Cejusc).

 

Nesta 8ª edição, os Cejusc localizados nos Fóruns Trabalhistas de Porto Velho/RO e Rio Branco/AC foram responsáveis por quase R$ 7 milhões, entre os 190 acordos registrados e 359 audiências realizadas.

 

No ranking regional, o destaque foi a 1ª Vara do Trabalho de Ji-Paraná que homologou 64 acordos, entre as 76 audiências realizadas, e movimentou pouco mais de R$ 2,7 milhões. A Unidade foi seguida pela 2ª e 6ª Varas do Trabalho de Porto Velho que movimentaram R$ 1,2 milhões e R$ 856 mil, respectivamente. No Acre, a unidade que mais somou em valores foi a 3ª Vara do Trabalho de Rio Branco/AC, sendo R$ 360 mil. Em termos de acordos homologados no Acre, a Vara do Trabalho de Feijó/AC foi o destaque, com 20 processos conciliados.

 

O balanço final do TRT-RO/AC revela ainda que outros R$ 4,4 milhões foram somados a parte como resultado dos pagamentos de execução no 1º grau viabilizados por bloqueios judiciais através de sistemas como o BacenJud.

 

Recorde na JT

 

O CSJT divulgou que a Justiça do Trabalho alcançou um novo recorde ao movimentar quase R$ 1 bilhão na 8ª Semana Nacional da Execução Trabalhista.

 

O presidente do CSJT e do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Brito Pereira, destacou dois fatores principais para se chegar a esse novo recorde. “O primeiro é o envolvimento de todos que fazem a Justiça do Trabalho. Os magistrados e servidores são determinantes para o alcance do expressivo resultado. Outra razão para os valores arrecadados é o entusiasmo e o comprometimento da Comissão da Nacional da Efetividade na Execução Trabalhista e dos gestores regionais”, destacou.

 

Também foram promovidos 645 leilões de bens, nos quais foram recolhidos R$ 171 milhões para os empregados. Essa quantia superou a apurada na 7ª semana em R$ 52 milhões.

 

Veja os TRTs que foram destaque na semana de execução:

 

Grande porte

 

TRT-15  R$ 219,6 milhões

TRT-3        R$ 176,9 milhões

TRT-1 R$ 38,9 milhões

 

Médio porte

 

TRT-10 R$ 11,2 milhões

TRT-5 R$ 9,2 milhões

TRT-7 R$ 9,1 milhões

 

Pequeno porte

 

TRT-14 R$ 17,3 milhões

TRT-23 R$ 12,6 milhões

TRT-22 R$ 12,2 milhões.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS