close
logorovivo2

Guajará-Mirim: PC e PM prendem receptadores e recuperam duas motocicletas roubadas

Guajará-Mirim: PC e PM prendem receptadores e recuperam duas motocicletas roubadas

DA REDAÇÃO

29 de Dezembro de 2011 às 08:55

Guajará-Mirim: PC e PM prendem receptadores e recuperam duas motocicletas roubadas

FOTO: (Divulgação)

Policiais Civis de Guajará-Mirim, em barreira montada na BR 425, próximo ao Distrito de Araras, abordaram um motociclista e em seguida aproximou-se um veículo da Polícia Militar de Abunã e noticiou que o motociclista, que estava sendo revistado tratava-se de Leandro Franco Nascimento, de 23 anos. Disseram ainda que a motocicleta que com ele estava era roubada.
Os policiais militares já estavam de posse de outro infrator de nome Iúri Oliveira Torres, de 20 anos, que fora detido de posse de outra motocicleta roubada.
Ambos disseram que receberam as motocicletas em Porto Velho, de uma pessoa conhecida por Anderson, que os contratou para trazer as motocicletas até o Distrito do Araras, local onde Anderson os aguardava e pagaria a quantia de R$ 600,00 a cada um.
Iúri indicou aos policiais onde entregaria as motocicletas e dois policiais civis conduziram as motocicletas até o local de encontro com Anderson. Os policiais ficaram em frente ao Bar indicado para entrega das motocicletas e, neste instante aproximou-se um veículo Celta, de cor preta, placa NOY 3366/AM, tendo como condutor Alexsandro Montes de Souza, de 34 anos e a passageira, Cristiane F.A., de 29 anos.
Eles se dirigiram ao encontro dos policiais que estavam no ponto indicado por Iúri. Alexsandro desceu do veículo e viu que os condutores das motocicletas eram pessoas estranhas e logo disse que ali parou para tomar uma sopa, causando suspeita aos policiais, já que naquele local funciona um bar. Alexsandro e a passageira retiraram-se em direção a Nova Mamoré, contudo, a persistência na investigação levou os policiais civis e militares a seguiremAlexsandro na BR e o mesmo foi abordado próximo a cidade de Nova Mamoré.
Desta vez, Alexandro disse que estava indo a Guajará-Mirim para levar sua esposa (passageira) para fazer exames médicos, já que em Porto Velho não tem estrutura adequada para o tratamento de sua esposa, causando maiores dúvidas e suspeitas aos policiais.
Iúri ficou frente a frente com Alexandro, no entanto negou conhecê-lo, em seguida, resolveu colaborar justificando que de fato havia sido contratado por Alexsandro e uma mulher, possivelmente a esposa.
Iurí apresentou vários detalhes acerca do envolvimento de Alexsandro, inclusive afirmando que não colaborou anteriormente com os policiais pelo medo de morrer a mando de Alexsandro.
Iúri e Leandro ficaram frente a frente com Alexsandro e ambos afirmaram terem sidos contratados por ele.
Os dois disseram que partiram de Porto Velhos às 21 horas de segunda-feira (26/12), acompanhados por Alexsandro que veio logo atrás.
Iúri também afirma que Alexsandro receberia as motocicleta no Distrito de Araras, que seqüencialmente as entregaria para uma outra pessoa, que tinha a missão de cruzá-las para a Bolívia, onde trocaria por cocaína.
Alexsandro e Cristiane negaram qualquer envolvimento no crime e também esclareceram que jamais tiveram contato com Iúri e Leandro.
A delegada de Nova Mamoré, Adriana Parente, flagranteou os três homens acusados de estarem envolvidos no crime de receptação dolosa e arbitrou fiança a cada um no valor correspondente a cinco salários mínimos, conforme dita a lei.
 
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS